15/06/2015 - Governador Pedro Taques participa de reunião do GCF em Barcelona

O governador Pedro Taques e a secretária de Estado de Meio Ambiente, Ana Luiza Peterlini, participam esta semana da reunião anual da Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF), que este ano será realizada entre os dias 15 e 18, em Barcelona, Estado da Catalunha, na Espanha. O objetivo da comitiva mato-grossense que também inclui a secretária-adjunta de Mudanças Climáticas da Sema, Elaine Corsini, é apresentar os trabalhos realizados por Mato Grosso no combate ao desmatamento ilegal, que teve uma redução de 80% nos últimos 10 anos, aos países-membros do GCF que são investidores internacionais em desmatamento evitado.

Além de acompanhar os trabalhos desenvolvidos em outros países e assegurar recursos por a política de REDD+ (Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal), o governador Pedro Taques tem a proposta de fortalecer a articulação com os demais estados que compõe a Amazônia Legal, que estiveram no mês passado em Mato Grosso para a formação de um ‘bloco de governadores’ que farão reivindicações específicas para essa região ao Governo Federal, como Sudeste e Nordeste já fazem. “Antes nós estávamos de costas um para o outro, agora estamos unidos em nome do desenvolvimento da nossa região.”

Para a secretária Ana Luiza, esta é uma oportunidade importante para obter novos financiamentos advindos de capital público ou privado dos países que ao longo da história já emitiram muito mais poluentes, devastaram suas florestas, e que hoje são desenvolvidos, mas que se comprometeram em contribuir com os países em desenvolvimento, entre eles o Brasil, para que a floresta Amazônica continue em pé. “Nós chegamos a esse resultado atual de redução do desmatamento que é muito significativo praticamente com recursos públicos brasileiros, ou seja, tem sido um investimento muito alto dos governos e também do setor produtivo, queremos ajuda para continuar e aperfeiçoar esse trabalho que onera muito os cofres públicos.”

A cerimônia inclui agendas fechadas com os governadores, seminário em que será apresentado o Plano de Ação Barcelona com cerimônia de assinaturas, além de avaliação dos trabalhos desde a Declaração de Rio Branco, documento produzido durante a reunião do GCF no Brasil, no ano passado. Além de Mato Grosso, outros estados brasileiros também terão representantes no evento. Entre aqueles que estão confirmados constam os seguintes governadores: Tião Viana (Acre), Marcelo Miranda (Tocantins) e Simão Jatene (Pará). Outros países levarão seus governadores, entre eles, Indonésia, Peru, México e Nigéria. Mato Grosso é um dos membros fundadores do GCF e todos os anos participa das reuniões, que já passaram pelo Brasil, Indonésia, México e Peru.

Histórico do GCF

Em 2008, o governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger organizou a primeira cúpula global do clima dos governadores. Neste evento foi assinado um Memorando de Intenções (MOU) entre Califórnia, Illinois, Wisconsin, Papua, Aceh, Amapá, Amazonas, Mato Grosso e Pará, fato este que definiu as bases para a criação do GCF. Desde a sua criação, o GCF cresceu em número de membros e tem se configurado um dos principais esforços atuais no que se refere a incorporar as políticas de REDD+ (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação florestal) com outras ações que reduzam as emissões de gases causadores do efeito estufa. Atualmente conta com 26 estados membros de 7 países.

Convenção de Paris

O resultado desta reunião será levado também para a COP 21 (Conferência das Partes, realizada pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima) em Paris, que pretende estabelecer um novo acordo climático mundial, e será realizada entre o final de novembro de início de dezembro deste ano. 

 

Assessoria/Sema-MT

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário