15/07/2015 - Ladrão de banco é morto após trocar tiros com a polícia em MT

15/07/2015 - Ladrão de banco é morto após trocar tiros com a polícia em MT

Uma dupla de assaltantes armados invadiu a agência dos Correios da cidade de São José do Rio Claro (a 325 km de Cuiabá) no final da tarde desta terça-feira (14). Pessoas que estavam dentro da agência chegaram a ser feitas de reféns pelos bandidos, que depois entraram em confronto com a Polícia Civil.

 

No tiroteio, um deles foi atingido e morreu. O outro conseguiu fugir e policiais ainda estão em diligências pela região para tentar capturá-lo.

 

O sindicato dos trabalhadores dos Correios no estado ainda não conseguiu informações sobre o número de funcionários que estavam na agência durante a tentativa de assalto. Somente este ano já ocorreram 39 assaltos a agências dos Correios em Mato Grosso (o estado tem 157 agências ao todo). O último assalto ocorreu na segunda-feira em Santo Antônio de Leverger (a 35 km da capital).

 

De acordo com o delegado Nilson Farias, da Polícia Civil, a ação em São José do Rio Claro teve início por volta das 18h. Ao saber da presença de bandidos na agência, ele e outros dois investigadores foram até o local e se depararam com clientes e funcionários rendidos dentro da agência e o outro bandido do lado de fora, com uma motocicleta.

 

Ao perceber a presença dos policiais, o bandido que estava dentro da agência fez uma pessoa de escudo humano, colocando-a na frente da mira das armas dos policiais, e também obrigou outras pessoas a se juntarem na mesma direção. Já o comparsa do lado de fora disparou contra um dos investigadores e fugiu.

 

Farias contou que ele e o outro investigador tentaram negociar para que o bandido dentro da agência liberasse os reféns e deixasse a arma no chão, mas ele correu para os fundos do prédio. O delegado e o investigador deram a volta no edifício para tentar cercar o bandido por uma saída dos fundos.

Ao chegar no local, o bandido também fez uma vítima de refém e disparou contra a polícia. Segundo Farias, enquanto tentava efetuar mais tiros, o bandido chegou a se expor, momento em que foi atingido por um algum dos tiros disparados pelos policiais.

 

O delegado contou que chamou socorro médico para atender o assaltante ferido. Ele chegou a ser levado pela ambulância, mas não resistiu ao ferimento e morreu. Enquanto isso, o outro assaltante ainda está sendo perseguido por policiais na região. Segundo a Polícia Civil, não houve feridos entre os clientes e trabalhadores que estavam na agência. Além disso, nenhum valor chegou a ser subtraído do local, segundo a Polícia.

 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, está em curso a identificação do bandido que morreu. Caso confirmada a identificação, a Polícia já sabe que ele se envolveu com uma quadrilha que seria de Cuiabá e responsável por assaltos recentes em Tapurah e Nova Maringá, cidades a 414 e 392 km de distância da capital, respectivamente.

 

Além disso, o bandido, afirmou Farias, tem uma tatuagem de palhaço em uma das pernas – espécie de código para criminosos que dizem matar policiais.

 

 

 
G1

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário