15/07/2016 - Governo mantém 150 frentes de trabalho na Sinfra

15/07/2016 - Governo mantém 150 frentes de trabalho na Sinfra

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), divulgou balanço das obras rodoviárias em andamento no Estado. Estão abertas 150 frentes de trabalho, com investimentos de mais de R$ 2 bilhões, atendendo a população de diversos municípios do estado.

As ações integram o Pró-Estradas, programa de construção, reconstrução e manutenção de rodovias, execução de pontes e realizações de parcerias com as prefeituras. São obras que buscam melhorar a vida do cidadão, facilitando o acesso a serviços públicos de qualidade.

O relatório da Sinfra aponta que são pavimentados 36 trechos de rodovias de Mato Grosso. Muitas obras, inclusive, já se encontram na reta final. É o caso da rodovia MT-241, que dá acesso ao Distrito de Bom Jardim, em Nobres, onde já foram construídos 54 dos 57 km previstos. A obra deve ser entregue ainda neste ano.

Estão em andamento duas duplicações de rodovias na Baixada Cuiabana. Avançam em ritmo acelerado as obras na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), no perímetro urbano de Cuiabá, e da Rodovia Palmiro Paes de Barros (MT-040). As duas devem ser entregues até o final de 2017, concretizando antigos sonhos dos moradores.

Também são reconstruídas rodovias degradadas, com excesso de buracos. Como exemplo, a Sinfra reconstrói a MT-130, entre Primavera do Leste e Paranatinga (a 373 km da capital), considerada um eixo estruturante e que recebe um pesado tráfego de caminhões transportando produtos agrícolas.

Segundo o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, em 2015 a Sinfra reconstruiu 38 km da rodovia MT-130. Em 2016, serão reconstruídos mais 14 km e outros 60 km serão revitalizados. Ao todo, serão executados 112 km entre obras de reconstrução e revitalização da MT-130 até o final do ano. 

O Estado também constrói 23 obras de arte. Ao longo da Rodovia Transpantaneira (MT-060), em Poconé, são construídas diversas pontes mistas (concreto e aço), que causam menor impacto ao meio ambiente.

Sobre o Rio Aripuanã, em Colniza, o Governo trabalha na substituição da maior ponte de madeira da América Latina. Com 350 metros de comprimento, a ponta está localizada na rodovia MT-208. 

Sob a responsabilidade da Sinfra, a construção da ponte de concreto (pista dupla) é a realização de um antigo sonho das pessoas que vivem na região Nordeste do estado. Na época de chuva, muitas vezes os cidadãos se arriscavam na travessia dos 274 metros da antiga estrutura de madeira, enfrentando a água que encobria a ponte. 

Mais trabalho para a população
As frentes de trabalho da Sinfra ainda contam projetos de engenharia, convênios e com a atuação de patrulhas conveniadas com associações sem fins lucrativos, que tem dado manutenção em estradas não pavimentadas, por meio do patrolamento com máquinas pesadas do trecho de chão.

Somam-se também às frentes de serviços pelo menos 56 Termos de Cooperação Técnica (TCTs) que foram firmados pela Sinfra com prefeituras municipais. O Governo tem repassado litros de óleo diesel para que sejam utilizados nos maquinários das prefeituras, que tem executado a recuperação de estradas de chão.

Contudo, as parcerias com as prefeituras vão muito além desta medida. Em um ano e meio, foram repassados mais de R$ 314 milhões em recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) para as prefeituras realizarem obras importantes em seus municípios.

Pela nova lei, as prefeituras devem obrigatoriamente investir estes recursos na manutenção de estradas rurais, além de manter ou construir pontes de até 12 metros, conforme a necessidade apresentada.

 

 

 

 

Ericksen Vital | Sinfra-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário