15/09/2014 - Morre empresário que revolucionou a ideologia de preço baixo na Barra, Xodó Modas

Uma notícia parou a cidade de Barra do Garças, na tarde de domingo (14), a morte do empresário Valdeir Garcez, 52 anos, conhecido como Xodó dono da loja Xodó Modas. O empresário teve um infarto fulminante quando estava indo de ônibus para Goiânia na estrada. 

A família recebeu a notícia por volta das 15 horas e logo começou aglomerar amigos e colegas a procura de informação na loja Xodó Modas que fica na avenida Gabriel Ferreira no bairro Santo Antônio. A esposa e filhos estão em estado de choque. A loja do Xodó se tornou símbolo de vender barato na cidade.

Ela foi aberta na década de 90 e conquistou o público com preços bem acessíveis de roupas masculinas e femininas e as propagandas eram feitas pelo próprio Xodó juntamente com os filhos que ainda eram pequenos na época. O empresário implantou a filosofia de trazer mercadorias direto da fábrica e praticar o preço popular em confecção e com isso conseguiu desestruturar filiais de lojas famosas na época como Pernambucanas.

Xodó também tinha um amor incondicional pela música e gravou um disco formando a dupla Xamengo e Xodó e ultimamente trabalhava para gravar um CD de moda de viola.

O cantor e empresário Fernando Delmondes ficou abalado ao receber a notícia sobre a morte de Xodó. “Perdi um amigo, um companheiro. Xodó sempre foi uma pessoa extrovertida. Demorei acreditar quando me informaram sobre a morte dele”, conta Fernando que parou de cantar no bailão da 3ª idade que faz nas tardes de domingo.

Valdeir Xodó deixa três filhos sendo dois homens e uma mulher. Há 26 anos ele mora em Barra do Garças, todavia a família dele é de Itauçu-GO onde residem irmãos e pais.

 

Ronaldo Couto

Comentários

Data: 15/09/2014

De: LEDIRLENE

Assunto: Meus sinceros sentimentos a familia Xodó

Até agora não consigo acreditar, isso é muito doloroso, sei que a família esta sofrendo muito, Valdeir era realmente uma pessoa extraordinária, alegre, sonhava e não tinha medo de não dar certo o que valia para ele era tentar, ele brincava com todos e também respeitava todo mundo, estou muito triste com esse acontecido, peço a Deus que de o conforto para a família e amigos, e que vamos guardar em nossas lembranças suas alegrias e suas canções.

Novo comentário