15/10/2013 - Tartarugas são retiradas de lagoa que estava secando e soltas no Rio Araguaia

Após denúncias de que tartarugas estavam morrendo, devido a seca em uma lagoa na região do Córrego Peixinho, equipes da Associação Amigo dos Animais e secretaria Municipal do Meio ambiente deslocaram até o local e fizeram a retirada dos répteis da lagoa, soltando-os no Reio Araguaia na rampa do porto do Baé.

   

O ambientalista Francisco Garrincha informou que as tartarugas recolhidas são conhecidas como tracajás e conseguem se virar no rio porque procuram rebojo ou lagoa próximo a praia para morar. Elas se alimentam de pequenos peixes e tem como predadores os jacarés que no rio Araguaia são vistos somente abaixo do Iate Clube da Barra. 

   

O secretário de Meio Ambiente, Márcio David, acompanhou toda a operação, “A prefeitura foi chamada para ajudar nesse resgate e aqui estamos. O ‘Garrincha’ é parceiro da Secretaria de Meio Ambiente na recuperação do Clube da Loca que logo será entregue à população”, acrescentou. A soltura das tartarugas se tornou uma atração à parte no Porto do Baé principalmente chamando atenção de crianças e adolescentes. 

                              

Por: Vander Lima