15/10/2015 - Parabéns a todos os professores de São Félix do Araguaia pelo seu dia

O Repórter do Araguaia parabeniza a todos os professores do município por proporcionarem a crianças, jovens e adultos acesso a um mundo de conhecimentos e oportunidades, exercendo sua função com amor e dedicação.

Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina“. Esta frase, atribuída à poetisa e contista Cora Coralina, traduz a desafiadora função do Professor, cujo dia é comemorado em 15 de outubro.

 

Seja o pescador ou gari, seja empresário ou presidente da República, é nas mãos do professor que o conhecimento é transmitido e através dele se constrói o gênio. Nas regras simples do português e da matemática ou nas complexas operações de álgebra, é juntando sílabas e somando e 2 e 2 que aprendemos multiplicar sonhos e traduzir a complicada gramática da vida.

 

Portanto, neste dia especial, desejamos a todos os mestres, da cidade de São Félix do Araguaia e região, que continuem transferindo o que sabem e aprendendo o que ensinam com alegria e com a coragem necessária para enfrentar os desafios da profissão.

 

Parabéns professor!

 

Origem da comemoração

 

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I instituiu um Decreto Imperial criando o Ensino Elementar no Brasil, que estabelecia que “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”.

 

Porém, somente em 1947, 120 anos após o decreto, ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

 

Começou em São Paulo, em uma pequena escola, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada, pois somente 10 dias de férias estavam previstos até então.

 

Um deles sugeriu que o encontro fosse no dia de 15 de outubro, e a notícia espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

 

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras". Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

 

Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor.

 

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como "Caetaninho". O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

 

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça - inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a idéia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase " Professor é profissão. Educador é missão". Com a participação dos professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada.

 

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".

 

 

Da Redação

Comentários

Data: 15/10/2015

De: VEREADOR MARCOS MIRANDA

Assunto: DIA DOS PROFESSORES

PARABÉNS A TODOS OS PROFESSORES, PROFISSÃO HONRADA, DIGNA, E QUE MEREÇE TODO O RESPEITO POR TODOS EM ESPECIAL PAIS DE ALUNOS.

O PROFESSOR ALÉM DE EDUCAR, TORNA -SE UM POUCO DE TUDO, AMIGO, PSICÓLOGO, CONSELHEIRO...ETC

SONHAMOS UM DIA VER A CLASSE TENDO O RECONHECIMENTO QUE MEREÇE.

PARABÉNS A TODOS!

Novo comentário