15/11/2012 Mulher em MT se casa pela internet e desconfia de golpe de marido virtual

Um caso curioso de casamento internacional pela internet envolve uma mulher de Mato Grosso, precisamente da cidade de Sorriso, no Norte de Mato Grosso. E aparentemente tem tudo para ser um golpe. A mulher tem 59 anos e mora na Rua Zulmar Bertuol. Ela disse que conheceu o marido pela internet e resolveram casar; passou todos os dados pessoais e Benedict Stevens,  morador de Dallas, no  Texas, Estados Unidos. Ele contratou o advogado Greg Morgan para efetuar as transações necessárias para o casamento o que foi feito. 
 
Benedict, no entanto, teve que viajar para a Malásia a trabalho e de lá viajaria para o Brasil para oficializar o casamento. Segundo a mulher,  Benedict acabou detido em Kuala Lumpur, a capital e a maior cidade da Malásia. A alegação é de que estava faltando o pagamentos de alguns impostos. De lá, Stevens pediu que ela depositasse a quantia de R$ 60 mil para resolver a pendência. 
 
A mulher disse  esta desconfiada por que com os seus dados foi aberta uma conta bancaria na agencia de Reliance Bank, no  Reino Unido. 
 
A trama parece ser mais intensa. O suposto marido tinha posses e agentes bancários ligaram para ela pedindo que para transferir estes bens para o Brasil, ela teria que depositar a quantia de nada menos do que U$ 31,9 mil. 
 
A mulher disse que o suposto marido, teria sido preso mas a ação rápida de seu advogado conseguiu liberá-lo e que ele é uma pessoa de bens, mas recebe outras ligações de outros lugares. A mulher chegou a entrar em contato com a empresa aérea que teria levado seu marido até a Malásia e confirmou o nome de Benedict Stevens na lista de passageiros. 
 
A mulher revela ainda de que existem outras pessoas envolvidas nesta história como Edwin Gibson, Reliance Dank, do Reino Unido; Mary Louise Garcia, do  Texas, Kelvin Rogers e Lendon Smidt. 
 
O fato está registrado em boletim de ocorrência. As informações da mulher começam a serem investigadas pela Polícia.
 
 
Fernando Luís e Eduardo Turella | Rádio Sorriso

Comentários

Data: 18/12/2012

De: Mariana

Assunto: casamento pela net

Essa só pode ser desmiolada. Se fosse uma adolescente, mesmo com a avalanche de informações que os jovens recebem nos dias atuais, ainda se entenderia. Daria-se um desconto por conta da imaturidade. Mas essa senhora pediu pra ser enganada. Aliás, pedir é pouco, implorou!!!

Novo comentário