15/12/2013 - Terra férteis do Araguaia geraram ‘badernaço’ em cidade de Mato Grosso

A cobiça pelas terras férteis da União nas margens do Rio Araguaia, no nordeste de Mato Grosso, divisa com Goiás, é apontada como a razão dos incêndios de casas, tiros, ameaças de morte e fechamento da cidade de Luciara, cidade de pouco mais de 2 mil habitantes, que praticamente ficou a mercê, no mês passado.  Um grupo de grileiros e fazendeiros provocou um ‘badernaço’ para protestar contra um projeto do governo federal de criar uma reserva de desenvolvimento sustentável na região.
 
Entre os dias 20 e 22 do mês passado, os grileiros bloquearam a rodovia MT-100, única via de acesso à cidade, com pneus e pedras e fizeram uma série de ameaças a ambientalistas e defensores da proposta da reserva. Pessoas não identificadas incendiaram as casas do vereador Jossiney Evangelista Silva (PSDB) e do líder camponês Rubem Salles. 
 
Na noite de domingo, foram disparados tiros na casa do diácono José Raimundo Ribeiro, da Paróquia Nossa Senhora das Graças. O comércio fechou na sexta-feira e só reabriu na manhã desta segunda, 23. Uma parte dos comerciantes defende a manifestação dos grileiros.
 
O clima na cidade é de guerra. O vereador Jossiney Evangelista Salles, que teve a casa incendiada, relatou que está sendo ameaçado por defender a criação da reserva. Ao passar por um bloqueio na rodovia em companhia de quatro policiais militares, ele foi alvo de ataques verbais de um grupo de grileiros. "Sofri agressões. Eles partiram para cima, fiquei com medo", afirma, em entrevista publicada pela Agenda Estado. "Não sei quem pôs fogo na minha casa. Só sei que a polícia deveria ser mais ágil nessa questão."
 
Há mais de um século, caboclos conhecidos por "retireiros" vivem da criação coletiva de gado em Mato Verdinho, uma terra da União na beira do Araguaia. Em 1999, um grupo de famílias criou a Associação dos Retireiros do Araguaia (ARA) para garantir a permanência no local e frear o avanço de pecuaristas que começaram a chegar do Paraná e do Rio Grande do Sul. Atualmente, a entidade defende direitos de 97 famílias, num total de 450 pessoas, que seriam beneficiadas pela criação da reserva.
 
A presença de pecuaristas e grileiros em Mato Verdinho, de acordo com a agên cia,  passou a alterar a vida da comunidade dos "retireiros" a partir do fechamento do acesso de lagos e trechos do rio. O projeto da reserva está sendo desenvolvido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e conta com o apoio de entidades de direitos humanos e sindicatos de pequenos agricultores de Mato Grosso e de Goiás.
 
A baderna do fim de semana contou com apoio de pessoas influentes da cidade, reclamam defensores da criação da reserva. Faixas com frases de repúdio ao trabalho de ambientalistas e técnicos do ICMBio foram espalhadas pelo centro de Luciara. "Os grileiros estão fazendo uma arruaça na cidade", afirma Rubem Salles, o Rubão, que hoje preside a ARA. "Eles inventaram que a criação da reserva vai atingir todo o município e obrigar fazendeiros de outras regiões de Luciara a irem embora", completa.
 
Rubão observa que as terras das margens do rio são cobiçadas pelos pecuaristas por causa da qualidade do pasto natural, que ganha reforço com os sedimentos trazidos pelas águas do Araguaia em tempo de cheia. Um comércio ilegal de venda de terras da União funciona em Luciara. "Os grileiros do Sul do Brasil correram para cá", constata o líder da associação. "Vamos defender nosso direito de permanecer aqui." 
 
 
Jonas Jozino

Comentários

Data: 15/10/2013

De: O ELEITOR

Assunto: LUCIARA

Todos os dois lados comenten equivocos um " retireiros" usarem de esperteza para aumentar a área pois somente acima de 110 mil ha é que podem ser criado a reserva, oque não é o caso da área requerente tem que se estender afetando assim os grileiros sim das terras públicas, pois se eles não edificassem cercas impedindo a locomoção do gado que é criado a solta, hha anos houve harmonia, mas ai vem pessoas que não tem essa visão de fora contribui para essa baderna sim! Dois para que o uso da violencia manifestação normal.Agora tocar fogo nas casas ai ja é passar da conta do direito de se manisfestar ja passa a ser pessoal, o que mais me impresionou foi a conduta dos policiais na questão do vereador Joscinei, que presentes não impediram que os mesmo fossem agredido ate tomaram a chave da moto e os policiais presentes nada fizeram para impedir o ato de violencia, nos dando a impressão de estarem coniventes com a situação, pois sabemos que essa entidade criada para protejer a vida humana, vivem de esmolas que esses mesmos comerciantes fazendeiros e grileiros doam para que os serviços sejam mantidos, dai a inoperancia de atuar pois estão nas mãos dos mesmos, agora se esse Instituto Chico Mendes ta na área..babau..ja foi..é só questão de tempo, só espero que não haja martires nessa caminhada de ambos os lados. Paciencia moçada, os tempos das guerras familiares dai de luciara ja foi, todos estão sendo vigiados e bem de perto...com a Federal nego véio não se brinca! aviso de amigo!

Data: 15/10/2013

De: Andresa

Assunto: Luciara

Nossa esse site cada dia posta mais mentiras umas matérias nada a ver... sinceramente deveriam tirar esse site do ar sem qualidade alguma..

Data: 15/10/2013

De: O ELEITOR

Assunto: Re:Luciara

Negativo não concordo Andessa, graças a DEUS temos esse instrumento para podermos nos manifestar, que aprovamos ou não, voce usou ele pra se manifestar, pois tempo viram que a impressa será amordaçada, se voce souber se manisfestar sem usar de meios que ja foram descritos aqui, com certeza tera esse espaço para nostrar sua indiguinação ou qualquer manifestação que queira" abraços e tempo de paz par sua cidade!

Data: 15/10/2013

De: Pedro Carvalho

Assunto: Re:Luciara

Apoiado Andressa ! Isso aqui é um atentado ao que se pode chamar de imprensa ou jornalismo. Pior que o programa da Sonia Abrão !

Data: 15/10/2013

De: PAZ

Assunto: LUCIARA

GENTE PAREM COM ISSO NA VERDADE TINHA É QUE SUMIR COM ESTA TAL DE LUCIARA DO MAPA LUGAR FEIO DA PORRA DA ESTE PEDACINHO DE MATO AI PRA RESERVA LOGO O POVO FOLGADO

Data: 15/10/2013

De: Tina

Assunto: Re:LUCIARA

Coloca fogo na sua casa você deve ser um ridículo se noção de nada .. e cada um que se ver..

Data: 15/10/2013

De: KALIXTO GUIMARAES

Assunto: OFICIALIZAÇÃO DA MENTIRA

O SENHOR JONAS JOSINO, NESTE ARTIGO E EM MUITOS OUTROS, ESTA SIMPLESMENTE OFICIALIZANDO A MENTIRA PARA TRANSFORMA-LA EM VERDADE ESTATAL E INSTITUCIONAL PARA FAZEREM O QUE FIZERAM NA SUIA-MISSU. CONFISCAR E TOMAR AS TERRAS DOS PRODUTORES E CAUSAR O TERROR NO CAMPO É A TÁTICA DA NOVA GUERRILHA RURAL BRASILEIRA, QUE OBJETIVA INVIABILIZAR O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO DO PAÍS, EM NOME DO PROSELITISMO DA SUSTENTABILIDADE E DA MANUTENÇÃO DAS POPULAÇÕES TRADICIONAIS (ÍNDIOS, CABOCLOS E,QUILOMBOLAS) EM SEUS ETERNOS ESTADOS DE ISOLAMENTO E POBREZA.

Data: 15/10/2013

De: Rogério

Assunto: matéria mentirosa e tendenciosa

Caro escritor, vejo com muita tristeza quando pessoas ao escreverem textos e publica-los na internet acham que do outro lado só tem "beiço furado".
O que o senhor escreve ai, no meu ponto de vista não passam de meras conjecturas e falácias.
Em primeiro lugar, não houve de modo algum "badernaço" em Luciara, mas sim, um movimento ordeiro e justo, promovido pelos agropecuáristas e moradores daquela pequena cidade. Sr. Jonas, o Sr. é um falastrão desinformado, a grande maioria da população da bela Luciara esta contra a criação da reserva ambiental do mato verdinho, os moradores daquela cidade não ficaram a mercê de grileiros e fazendeiros como disse Vossa Senhoria: uma porque não havia grileiros ali naquele manifesto (se o Sr. não sabe o que é grileiro, vá ao dicionário e veja), e os fazendeiros que ali estavam junto com a grande maioria da população de Luciara, estavam lá em defesa de suas propriedades.
Quanto ao comentário de que a baderna contou com o apoi de pessoas influentes em Luciara, pode-se dizer que: o manifesto, ordeiro e pacífico contou com mais de 90% da população de Luciara, população esta preocupada com o futuro de seus filhos. Quem defende a criação da reserva pode-se dizer que é a grande minoria dos moradores daquele Municipio, apoiado por ONGs e Associações ligadas aos esbulho possessório de nosso País.
Sr. Jonas, as terras à beira do Araguaia, assim como as demais terras do Brasil tem proprietários, e os mesmos, como é de garantia constitucional podem aliena-las a quem pretender, como vêm esse tal Rubão e diz que há um comércio ilegal de terras da União em Luciara, isso é mentira, não existe terra da União onde estão querendo fazer a tal reserva.

Data: 15/10/2013

De: carlos

Assunto: Re:matéria mentirosa e tendenciosa

veja ai quando vc diz,propiedade na beira RIO.E uma falta de conhecimento da sua parte,beira de rio e (APP) ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE.Pra vc que não sabe e terra da UNIÃO e não pode ser esplorada de forma ilegal assim como vcs estão fazendo.

Novo comentário