16/01/2012 - Dependente chora por não conseguir largar as drogas

 

Em Barra do Garças (509 km de Cuiabá), um homem de 31 anos foi detido pela Polícia Militar (PM) portando uma pedra de crack no bolso. O fato que chamou atenção é que o suspeito não parava de chorar e chegou revelar que não consegue se livras das drogas. 
 
J.F.A, 31 anos, um dos vários exemplos que a população vê todos os dias na televisão ou até mesmo nas ruas de jovens dependentes de crack. Aos prantos ele dizia aos policiais e repórteres que entrou nessa vida a um ano e passou a usar crack com freqüência ao ponto de não conseguir parar. 
 
Ele revelou que já foi internado em clinica de recuperação, mas quando volta acaba caindo novamente no submundo das drogas. J.F.A explicou que sente uma loucura incontrolável quando fica sem usar o entorpecente e quando consome crack o seu batimento cardíaco aumenta e ele sente uma espécie de prazer. “Mais isso é momento depois eu choro e me arrependo”, completou. 
 
O depoimento de J.F.A comoveu a todos ao dizer que já teve uma vida normal com trabalho, amigos e namorada e hoje não consegue largar as drogas. Ele pediu apoio novamente e pediu perdão para a família. 
 
J.F.A foi detido quinta-feira (12) sob acusação de estar oferecendo drogas para outros moradores de rua próximo a antiga rodoviária de Barra do Garças. Hoje é grande o número de moradores de rua nesse setor e, recentemente, o Ministério Público Estadual (MPE) notificou a prefeitura para fazer uma triagem destas pessoas e encaminhar os dependentes químicos para tratamento. 
 
O MPE chegou à conclusão que a cidade de Barra do Garças requer mais investimentos para tratamento de usuários de drogas e álcool como abertura de clinicas de recuperação e programas de triagem nas ruas. 
 
 
De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário