16/03/2014 - Atirador que matou garota aguaboense e baleou mais três é preso em Canarana

O atirador de apenas 18 anos que teve um ataque de fúria em Querência e atirou contra quatro pessoas em uma lanchonete foi preso pela Polícia Militar na tarde de sábado (15), em Cananara. José Ione Lobo Silva estava escondido na casa de um amigo na rua Uberaba no setor União.

Ele estava desarmado e não reagiu a abordagem feita pelo sargento Wainer, cabo Júlio e do soldado Wilson da 5ª companhia da Polícia Militar (PM) de Canarana que lhe deram a voz de prisão. Ao ser indagado sobre a arma que utilizou em Querência o procurado disse que a jogou fora.

José Ione protagonizou, no dia 8 de março, uma cena de filme quando estava numa lanchonete de Querência e aparentemente sem motivos, ele se levantou da cadeira e atirou acertando quatro pessoas que estavam no recinto. A adolescente Cássia Morgana Gonçalves Leal, 15 anos, alvejada na cabeça não resistiu e morreu dois dias depois.

Ele ainda acertou João Paulo na altura do olho direito; e de raspão no braço de Oneiva Natália e Ronaldo de Sousa próximo ao pescoço. As testemunhas e sobreviventes informaram à polícia que ninguém fez nada contra José Ione e não entendiam o motivo dos disparos.

Após o crime, José Ione que é pedreiro fugiu do bar deixando para trás uma moto e seguiu para Canarana onde estava escondido. O sargento Jorzismar informou que o atirador não falou o que teria motivado ele atirar contra as pessoas que estavam no bar. Após o registro da ocorrência José Ione foi levado para delegacia de Canarana.

 

Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário