16/04/2013 - Caos no MT: Dez Prefeituras fecharão as portas em protesto contra Governo do Estado

O caos na saúde no interior do Estado de Mato Grosso fez com que prefeitos e presidentes das Câmaras  Municipais de 10 municípios resolvessem, em forma de manifesto, fechar as portas dos órgãos públicos municipais na próxima sexta-feira (19.04) para sensibilizar o Governo do Estado de Mato Grosso a repassar os três meses de atraso, totalizando mais de um milhão de reais, do repasse do Hospital São João Batista, situado em Diamantino.

 

Cada município disponibilizará em média dois ônibus que se deslocarão até a capital do Estado para protestar no Encontro Estadual com Novos Prefeitos e Prefeitas, evento que o governador Silval Barbosa estará presente.

Os municípios que aderiram ao manifesto são: Diamantino, Alto Paraguai, Nortelândia, Arenápolis, Santo Afonso, Nova Marilândia, Rosário Oeste, Nobres, São José do Rio Claro e Nova Maringá.

 

Os prefeitos dizem que o Estado quebrou a saúde no interior e  querem uma solução, pois nenhuma instituição quer mais administrar o hospital, tendo em vista a inadimplência do Governo Estadual.

 

Sem recursos o São João Batista deixará de atender cirurgias e o próximo passo será deixar de atender os exames ambulatoriais, o que levará toda demanda para Cuiabá e Várzea Grande. A população regional que o hospital atende é de 200 mil habitantes.

 

Escrito por Laércio Guidio em colaboração  

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário