16/06/2014 - Riva admite apoiar 'candidaturas' da base mas diz ser preciso esgotar espaço para Chico Daltro

A tese que cresce ultimamente, de que por falta de acordo a base governista pode ter duas candidaturas ao governo do Estado, capitaneadas por Julier Sebastião (PMDB) e Lúdio Cabral (PT), ainda não é bem vinda pelo deputado estadual José Riva (PSD). Segundo o líder peessedista, é preciso esgotar todas as possibilidades de entendimento, já que o partido ainda tenta emplacar o nome do vice-governador Chico Dantro (PSD) como pré-candidato ao Palácio Paiaguás.

“Esta tese de candidatura dupla não é boa para nós porque temos o Chico Daltro e estamos conversando para buscar um entendimento. Não tem jeito de a gente defender uma tese com o PSD fora. Temos de esgotar todas as possibilidades”, afirmou.

Riva admite, no entanto, que se persistir a falta de entendimento entre os partidos da base de apoio à Dilma Rousseff, não vê problemas em apoiar mais de uma candidatura. “Agora, não tendo entendimento, não quero desprezar de termos duas ou até três candidaturas da base”, observou.

O líder partidário reafirmou que o PSD ainda pleiteia uma candidatura ao governo e fará um esforço nesta semana com líderes dos demais partidos da base. Segundo ele, é hora de fechar o ceco.

“Estamos há 15 dias de definirmos os nomes. É hora de definir os candidatos, os partidos envolvidos e cada um mostrar as afinidades, os pontos de vista políticos e suas estruturas. Isso te que acontecer nestes 15 dias”, concluiu. 

A indefinição em torno do candidato oficial a ser escolhido pelo base é um incômodo na opinião do presidente do PROS, o deputado federal Valtenir Pereira. De acordo com o parlamentar, lançar mais de uma candidatura é viável tendo em visa o grande número de postulantes a governador e senador. 

“O PROS defende candidatura de dois ou mais da base do governo Dilma Rousseff. Porque até agora foram seis meses de nenhum entendimento. Os partidos estão batendo cabeça. Esta tese de mais de um candidato é mais plausível para o primeiro turno. Para o segundo turno a alianças são revistas”, pontuou. 

 

Vinícius Tavares

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário