16/07/2015 - Vereador de Cuiabá some das sessões

O vereador por Cuiabá, Adilson Américo Machado (PSB), que chegou a ser preso por embriaguez ao volante e por seguir com o carro na contramão, não compareceu as sessões plenárias na Câmara de Vereadores desde o fato. A prisão ocorreu na noite da última quarta-feira (9) e o parlamentar, conhecido como Adilson Levante, foi liberado na manhã do dia seguinte após pagamento de fiança, no valor de R$ 2.364.

 

Na sessão ordinária desta terça-feira (14), o vereador não estava presente, como também na última quinta-feira (9), quando conseguiu a liberdade, na delegacia. Segundo a assessoria de imprensa, o vereador prefere não comentar sobre o assunto. Também declarou que o parlamentar tem comparecido diariamente no gabinete.

 

A presidência da Câmara de Cuiabá informou que não vai se manifestar sobre o caso e alega se tratar de foro íntimo. No dia da prisão, a assessoria disse que Adilson Levante estava em uma reunião e teria ingerido bebida alcoólica, mas também teria tomado um analgésico, logo depois, o que teria provocado uma reação.

 

PRISÃO

O vereador tem 42 anos foi preso por volta das 23h20, na Avenida Arquimedes Pereira Lima, a Estrada do Moinho, quando retornava para casa. À polícia, o vereador confirmou que tomou vinho durante uma reunião entre amigos, mas contestou que estava embriagado.

 

De acordo com a Polícia Civil, o veículo que o parlamentar conduzia atravessou o canteiro central da avenida e seguiu pela contramão por, pelo menos, 300 metros. Um policial que passava pelo local viu o veículo na pista contrária. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e determinou que o vereador parasse o carro. Segundo o boletim de ocorrência, Adilson Levante teria se irritado com a situação e saiu do automóvel xingando os policiais.

 

Ao descer do carro, ainda segundo a polícia, o vereador estava visivelmente embriagado e quase caiu na pista. Teria sido necessário acionar reforço policial, pois Adilson não queria ir para a delegacia.

 

Adilson Levante disputou pela primeira vez a eleição para vereador na capital em 2013 e obteve 4.129 votos. Ele ficou como terceiro mais bem colocado entre os 25 eleitos para a Câmara de Cuiabá.

 

 

G1

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário