16/07/2016 - Por estiagem, prefeito de cidade de MT decreta situação de emergência

16/07/2016 - Por estiagem, prefeito de cidade de MT decreta situação de emergência

A prefeitura de União do Sul, município a 689 km de Cuiabá, decretou situação de emergência por causa da falta de chuva na região. Segundo o decreto, publicado na quarta-feira (13) no Diário Oficial do estado, a estiagem provocou perdas significativas nas lavouras e, por consequência, reduziu a arrecadão do município. A cidade fica na reigão norte do estado e tem 3.760 habitantes.

De acordo com o secretário de agricultura do município, Dirceu Osvaldo Rodrigues, não chove na região há cerca de dois meses. "A falta de chuva já começou a mexer no bolso da população. Com a estiagem ninguém colhe, sem colher ninguém tem dinheiro para gastar", afirmou.

A prefeitura justifica o decreto pela necessidade do restabelecimento da normalidade e da preservação do bem-estar da população e as peculiaridades da região.

No documento, a prefeitura alega que a economia do município gira em torno da setor da agropecuário, particularmente da agricultura, e que a falta de chuva trará impactos na situação social e econômica do município.

Segundo dados da prefeitura, a colheita de soja da sofra 2015/2016 sofre interferência da estiagem precoce, com redução real em torno de 30% da produtividade. A colheita de outro grão também foi prejudicada. Em relação à média dos últimos anos, a produtividade do milho caiu 80% no município. Em algumas lavouras do grão, a prefeitrua alega que houve perda total na hora da colheita.

Ainda de acordo com o secretário, a prefeitura deve decidir quais medidas irá tomar nos próximos dias. O decreto tem vigência de 90 dias e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

 

 

G1/MT