16/09/2011 - Índios cumprem promessa, queimam ponte na 163 e interrompem tráfego

Índios da etnia Kaiapó, das aldeias Baú, Pukanu e kabeka, queimaram uma ponte de madeira na BR-163, entre a divisa de Mato Grosso a Novo Progresso, no Sul do Pará, nesta quinta-feira à tarde, e interromperam o tráfego de veículos na rodovia, conforme haviam prometido ontem, por suposto descumprimento de acordo por parte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Segundo os indígenas, o Dnit não pagou parcela de um acordo que seria parte da compensação ambiental para asfaltamento da BR. O dinheiro era destinado a abrir vias de acesso e melhorar outras já existentes nas aldeias da região Sul do Pará.

Ontem, os kaiapós confiscaram máquinas das empreiteiras que estavam trabalhando no local e informaram que só entregam as chaves quando o Dnit cumprir o combinado. A ameaça indígena também é de colocar fogo nos equipamentos rodoviários, que foram levados para o pátio da Fundação Nacional do índio (Funai) em Novo Progresso.

O trecho da rodovia federal é a única ligação entre o Sul paraense e o Norte mato-grossense. A pista está sendo pavimentada – em lotes – com trabalho mais avançado na região do Novo Progresso. O Dnit afirma que já cumpriu integralmente o acordo com as lideranças indígenas.

 

De Sinop - Alexandre Alves

Foto: JC Moraes

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.