16/09/2015 - Polícia Civil de Cuiabá prende dupla acusada de manter laboratório de falsificação de documentos

Dois homens acusados de manterem um laboratório de falsificação de documentos foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta terça-feira (15.09), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). Mais de 200 documentos falsos foram apreendidos com os suspeitos Wanderson Teodoro de Souza, 32, e Anselmo Lopes de Souza, 30, autuados em flagrante pelo crime de falsificação de documento público.

A prisão dos suspeitos aconteceu durante investigações de receptação e furto, em um mercado, no bairro Novo Horizonte, em Cuiabá. Durante o trabalho, policiais foram até uma casa anexa ao mercado, onde descobriram o laboratório de falsificação de documentos. No local funcionava um escritório de contabilidade, segundo alegaram os presos.

 

As suspeitas surgiram no momento em que um policial percebeu cédulas de documentos de identificação em branco. Nas buscas, foram apreendidos mais de 200 documentos falsos, entre carteiras de identidade, Carteiras de Habilitação (CNH) e holerites, além de espelhos dos documentos e impressoras utilizadas na falsificação.

 

Segundo o delegado Marcel Gomez, entre os documentos foram localizados números de identidade de policiais, que seriam utilizados nas falsificações. “A quantidade de documentos apreendidas não deixa dúvida do envolvimento dos suspeitos na atividade criminosa”, disse.

 

As investigações continuam para apurar o envolvimento de outras pessoas no crime.

 

 

 

Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário