16/10/2013 - Sem terra fecham pontes na divisa de Mato Grosso e Goiás

Integrantes do movimento sem terra fecharam as pontes sobre os rios Araguaia e Garças, em Barra do Garças e Aragarças, na divisa de Mato Grosso e Goiás para protestar contra a política nacional de reforma agrária sobre a demora da criação dos projetos de assentamentos e liberação de cestas básicas e até mesmo lonas pretas para os acampamentos.

Em Goiás, houve uma proibição de fornecer lonas e cestas básicas para acampados para evitar a formação de acampamentos nas margens de rodovias. O maior acampamento criado fica em Bom Jardim de Goiás e o segundo em Aragarças.

Os sem terra de Barra do Garças também se uniram na manifestação. O bloqueio das pontes pegou muita gente de surpresa e causou revolta nos moradores de Barra, Pontal e Aragarças-GO que foram impedidos de seguiram para o trabalho.

A Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal estão no local do protesto negociando para liberar a pista. Os líderes do movimento informaram que a interdição será até as 10 horas da manhã. Eles exigiram também a presença de representantes do INCRA de Goiás e Mato Grosso e dos governos de Mato Grosso e Goiás na negociação.

A interdição pára também o escoamento da produção de soja de Mato Grosso. Dezenas de carretas estão paradas na avenida Valdon Varjão em Barra do Garças.

Comentários

Data: 17/10/2013

De: Esperiente

Assunto: Sem Terra

Estes tais sem terra não são somente sem terra, são sem coragem, sem moral, sem vergonha na cara, sem caráter. Tenho certeza que os tais não ficam com a terra nem um ano, Acabando os recursos trocam as terras que por ventura venham conseguir por carros velhos, e outras tranqueiras e vai atentar em outro lugar. O governo devia criar vergonha na cara e mandar esses sem futuro ir acampar no inferno com a turma deles. POVINHO SEM FUTURO SÃO ESSES DESOCUPADOS E LADRÕES.

Novo comentário