16/10/2014 - Vigilante se revela como serial killer e diz que matou 39 pessoas em Goiânia

O vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos confessou à polícia, em depoimento nesta quarta-feira (15), que matou 39 pessoas em Goiânia. Segundo o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, ele afirmou que, desses crimes, oito foram contra mulheres cujas mortes já estavam sendo investigadas há dois meses por uma força-tarefa.

Uma fonte interna da Polícia Civil confirmou ao G1 que dentre os oito homicídios, estão as mortes da dona de casa Lílian Sissi Mesquita e Silva, de 28 anos, em 3 de fevereiro, Janaína Nicácio de Souza, de 25 anos, e Bruna Gleycielle de Sousa Gonçalves, 26 anos, ambas mortas em 8 de maio, e Ana Lídia de Souza, 14 anos, assassinada em 2 de agosto.

A polícia afirma que há cerca de um mês as investigações já apontavam para o suspeito como autor dos crimes, mas ele só foi preso na terça-feira (14), na Avenida Castelo Branco, na capital. Com o suspeito foi apreendida uma motocicleta. Na residência dele também foi apreendido um revólver calibre 38. A polícia não informa a quantidade de material apreendido nem suas características. O homem está detido na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios.

O advogado do suspeito, Thiago Huascar, disse que não tinha como se pronunciar sobre o caso, pois só teve acesso à procuração nesta manhã. “Vou aguardar os andamentos e ver o que está sendo a acusação contra ele”, informou o advogado.

Bruna, Janaína, Lílian e Ana Lídia estão entre as vítimas do suposto serial killer. No ano passado, o Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra o suspeito por furtar uma placa de uma motocicleta no estacionamento de um supermercado de Goiânia. Imagens de câmeras de segurança mostram ele cometendo o crime (veja vídeo acima).Também no ano passado, ele foi preso em flagrante em uma motocicleta com placa roubada, mas foi solto. O caso foi registrado no 5º Distrito Policial.

Segundo a Polícia Civil, o jovem foi identificado em imagens registradas por câmeras de segurança no domingo (15), próximo à lanchonete em que uma mulher foi agredida por um motociclista. O caso foi incluído na força-tarefa. Segundo testemunhas, o motociclista de capacete vermelho atirou na jovem, mas a arma falhou. Então, ele deu um chute na boca dela.

 

G1 - GO

Comentários

Data: 17/10/2014

De: BILL

Assunto: 45

O CASO DESSE CRIME MOSTRA BEM COMO É O GOVERNO DO 45.

GOIAS SALTOU DO 18 PARA O 4 ENTRE OS ESTADOS MAIS VIOLENTOS DO PAÍS.

AUMENTO DE 200% EM HOMICÍDIOS.

O AÉCIO NADA MAIS É DO QUE ISSO.

O 45 DE GOIAS É O MESMO DO AÉCIO Q QUER DESTRUIR O BRASIL.

Novo comentário