16/10/2015 - Evangélicos marcham pelo Brasil; católicos pela paz

Com o tema “Pela Família e pelo Brasil”, a 22ª Marcha para Jesus deve reunir 50 mil pessoas nas ruas de Cuiabá no próximo sábado (17). A concentração está marcada para 15h, na avenida Mato Grosso. Em seguida, o grupo sairá em caminhada até a Praça da Bandeira, no Centro Político Administrativo.


Coordenador da marcha, o Bispo Aroldo Teles destaca que o tema desta edição foi escolhido em virtude dos diversos ataques que a família vem sofrendo atualmente e a corrupção que toma conta do Brasil. Ele informou ainda que durante o percurso da marcha serão três paradas para oração por paz, segurança e pelo Estado. O primeiro será o viaduto da avenida do CPA, o segundo nas proximidades do Hospital Universitário Júlio Müller e o último na Praça das Bandeiras.


Para a realização deste evento são gastos mais de R$ 200 mil. A marcha tradicionalmente era realizada no mês de julho, mas em 2015 foi adiada para outubro por dificuldades financeiras e falta de patrocínio do governo por meio de editais de cultura.


Mais de 500 igrejas de toda a baixada cuiabana estão mobilizadas para a ação e diversas caravanas de Chapada dos Guimarães, Jangada e Acorizal devem se deslocar até a capital para acompanhar a marcha e clamar por um país melhor e com menos corrupção.


Três trios elétricos irão percorrer as avenidas da capital. A banda Jedutum irá animar durante todo o trajeto da marcha ao ritmo de axé gospel. Ao chegar à praça, o encerramento será marcado por apresentações das bandas: Voz e Vida, Louvor Aliança, Viver em Cristo e Príncipe da Paz, além da atração nacional Antônio Cirilo, danças e peças teatrais.


O bispo ressalta que este é um evento que envolve toda a comunidade cristã. “Estaremos juntos para mostrar unidade como nossa principal bandeira, não fazendo acepção de nome ou ideologia”.

Caminhada pela Paz

No sábado (17) pela manhã a Arquidiocese de Cuiabá realiza a Caminhada pela Paz, que chega a 12º edição em 2015. A organização estima um público de cinco mil pessoas, independente de religião. O início está previsto para 8h, com concentração na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe. Em seguida, o grupo irá percorrer as avenidas Afonso Pena, Mato Grosso, Prainha, Getúlio Vargas, retornando ao ponto de partida.


Coordenadora da caminhada, Estela Costa disse que com o aumento da violência é preciso que a igreja saia às ruas para proclamar a paz. “A cultura de paz significa ir além do discurso, tomando atitudes concretas para que essa cultura se espalhe pelo mundo, em nosso país, estado, na cidade e, principalmente, em nosso convívio familiar”.


A coordenação informa ainda que toda a população cuiabana está convidada a participar deste ato de cidadania. As pessoas que chegarem às Médici irão ganhar uma camiseta do evento gratuitamente. Estão disponibilizadas cerca de 1.500 camisas para distribuição.


As fanfarras das escolas estaduais Presidente Médici e André Avelino irão realizar apresentações durante o percurso. O evento acontece todos os anos no mês de outubro em comemoração ao dia de São Francisco de Assis, (04) e ao Dia Mundial de Oração pela Paz (27).

 

 

Jéssica Moreira, repórter do GD
 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário