18/02/2013 - Cacique Damião reclama da Funai, diz que não vai arrendar terra e chama de criminosos os produtores

"Somos é gente não bicho, somos ser humanos, lutamos pelo índio"

 

O Cacique indígena Damião Paridzané, principal líder Xavante da recém-conquistada judicialmente reserva Marãiwatesédé disse que a luta é pelos irmãos índios, em entrevista recente a ONG Repórter Brasil, o Cacique Damião falou sobre diversos assuntos e criticou inclusive a FUNAI, ele acusou o órgão de não ter apresentado plano de desintrusão na desocupação da Suiá Missú, além de não dar atendimento aos índios.  “Não pode fundar aldeia e os povos serem jogados sem assistência, sem apoio”, criticou ele afirmando que a primeira coisa é fazer o projeto de reocupação da área, “primeira coisa faz projeto para recuperar as naturezas, depois a implantação de saúde, escolas e por fim projetos de atividades de agricultura ou criação também”, disse Paridzané.

 

Damião fez questão de ressaltar que não quer negócio com branco, ele disse que não vai haver arrendamento das terras desocupadas da Suiá, o que os índios pretendem é deixar a mata crescer. ““A terra é dos índios, mas acabou com toda a natureza, mas queremos recuperar, as matas e a natureza precisam recuperar e a caça precisa voltar, pois foram afastados há muito tempo quando começaram a invadir e derrubar as matas, a caça se afastou por falta de alimentação”, afirmou o Cacique garantindo que os indígenas tem um projeto de reflorestamento da antiga fazenda Suiá Missú.

 

O Cacique além de afirmar que a luta ainda não acabou, também alertou que não quer plantação de soja próximo a Aldeia, a distancia terá que ser de 50 a 100 km.  “somos gente não é bicho, somos ser humanos, lutamos pelo índio, e minha luta não acabou”, disse ele. “A comunidade Marãiwatesédé não vai aceitar o aluguel dos pastos para os fazendeiros, não vai aceitar arrendar para ganhar meia-a-meia de produção dos fazendeiros, não adianta alugar pastos, pois fazendeiros sabidos se a gente alugar pastos vai entrando cada vez mais, e ai volta todo mundo branco de novo”, ponderou o cacique que segundo ele os índios têm que procurar juntos, da sua própria inteligência uma forma de aproveitar a terra, plantar, criar e gerar rendas.  “A FUNAI tem que conversar com os produtores, tem que falar para eles plantarem longe da aldeia, plantar 50 à 100 km longe daqui”, disse ele temendo que os insumos agrícolas tragam doenças para os índios, “tem câncer, tem doenças, nossa respiração não é ar puro, estamos respirando agora ar contaminado, não podemos aceitar” disse ele. Damião não perdeu a oportunidade e alfinetou  chamando de criminosos os agricultores. “Esse que faz isso é criminoso, só pensam em prejudicar a saúde dos povos brasileiros, por isso que aparece doença de rico”, disse ele sobre os defensivos agrícolas usados nas plantações de soja.

 

Ele encerra dizendo que a luta não acabou e que pensa no futuro dos povos Xavantes, pois ainda existe uma luta muito grande pela frente.

 

Fonte: Camila Nalevaiko para O Repórter do Araguaia

Comentários

Data: 19/02/2013

De: O ELEITOR

Assunto: DAMIÃO

Se cuida cacique de nada, oque você ta sentindo agora ainda não nem o principio de dores que a FUNAI trara sobre vocês, pois eles nuncas traram paz a vocês se não eles perdem os empregos e os cargos comissionados do PT, na FUNAI, então posto de saúde escola e vida boa, olha se os terenas, os carajás, e tantas etnias que vemos ai se suicidando devido ao valoroso trabalho da funai...então esse paraiso filho voce só encontrara la no céu..isto é se voce ja ouviu o evangelho..se não DEUS não conta o tempo da ignorancia....mas falo como um b ravo brasileiro..o medo venceu a esperança...

Data: 18/02/2013

De: vixeee!

Assunto: indios xavante.

sou um brasileiro casado temente a deus pago meus impostos procuro viver bem com todos , mas fatos como este , tira ate o ar da gente , nos temos que ficar indignados não e com os indios ou com a população que ali residia , ou com as autoridades que foram ali cumprir ordens , mas e com este governo que diante da gravidade deste fato , não tomou atitude onde houvesse um minimo de respeito pelo ser humano , indigena ou não a premissa primaria era socorrer e atender as necessidades ali apresentadas como um todo , em detrimento a um grupo este governo covarde e omisso desalojou milhares de brasileiros produtivos e trabalhadores , porque e que ele não mexeu nos grandes latifundios que estão nas mãos de alguns poucos e que não estão produzindo nada, não sei ate quando o nosso povo ordeiro e pacifico vai suportar esta sangria feita por estes loucos e despotas colocados na direção deste pais , o que me alegra são os joaquim barbosa que ainda tem se levantado neste pais . que deus nos ajude.

Data: 18/02/2013

De: joao de lara

Assunto: indios xavante

primeiro nao ouve mesmo conquista pois a terra sempre foi dos indios
e muita ozadia dizer que e um roupo,quando os brancos chegaram la simplismente
afastaram els.
e muito facio de saber e so buscar a verdadeira historia e le.
esta terra nunca foi de posseros....

Data: 18/02/2013

De: PROPRIETÁRIO

Assunto: MALANDRAGEM

Primeiro que não houve conquista alguma judicialmente, o processo está longe de acabar... todo mundo sabe que o que houve foi um crime cometido pela FUNAI e Governo Dilma, em aoio a um pedido de deslocamento da área pelo Bispo Estrangeiro (troca de favores)... Esse mala do Damião agora quer falar da FUNAI: pelo menos confessa que FUNDARAM UMA ALDEIA (que nunca existiu) e CONFESSA TAMBÉM que não houve plano algum de desintrusão, como determinou a justiça... foi um assalto "à mão armada" onde ROUBARAM A TERRA E OS BENS DE MAIS DE 7.000 PESSOAS... UM CRIME!!! DE FATO, DAMIÃO, A LUTA NÃO ACABOU!!!! À VERDADE VIRÁ À TONA E ESSA HISTÓRIA SERÁ DESMASCARADA!!! O GOVERNO DILMA (Gilberto Carvalho e Paulo Maldos e sua Trupe) NÃO É ETERNO... quando eles devolverem o Brasil, com certeza vão pagar pelo estrago.

Novo comentário