17/05/2015 - Governador utiliza rede social para prestar contas dos 4 meses de gestão

O governador Pedro Taques (PDT) utilizou as redes sociais, neste domingo (17), para prestar contas dos quatros meses de gestão, iniciada em 1º de janeiro deste ano. Em uma postagem no Facebook, o pedetista falou sobre o Estado de Transformação, que segundo ele, é mais que um lugar físico, é um sentimento, um estado de espírito. "É da combinação da vontade com a ação que se constrói este novo lugar", diz em trecho do post. Para acessar o texto completo, clique aqui.

 

Taques relata que ao assumir o Governo, encontrou somente R$ 84 mil em caixa e R$ 912 milhões de dívidas deixadas pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB). Explica que este cenário é devido ao aumento das despesas, enquanto a receita ficou retraida. Ciente da situação, determinou ao secretariado um profundo estudo sobre a máquina e sobre como economizar dinheiro para pagar as contas e garantir investimentos.

 

Neste sentido, Taques ressalta que os repasses para as prefeituras investirem em saúde e estradas estão sendo feitos em dia. Alega também que a revisão de contratos tem como objetivo reduzir entre 7% e 8% de todas as despesas previstas para este ano. Cita ainda a redução de cargos comissionados, o combate à corrupção e as ações para obtenção de mais investimentos para o Estado.

 

Taques reforça que pela primeira vez um governador sentou com o Fórum Sindical para tratar de salários. Afirma que foi uma conversa muito respeitosa, onde  números  foram apresentados assim como os desafios. Entretanto, com as medidas de austeridade e economia adotadas, conseguiu conceder a integralidade dos aumentos previstos nas leis de carreira do Estado, entre elas da Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, profissionais da educação e da saúde. Além disso, lembra que todas as categorias receberão, já neste mês, aumento salarial de 3,11%, conforme a Lei N° 8.278, de 30 de dezembro de 2004.

 

Com a decisão, o salário dos professores receberá um acréscimo de 9,11%, enquanto os profissionais da saúde terão aumento imediato de 3,11%, alcançando 10,61% em outubro. Taques ainda destaca que se comprometeu com as categorias de trabalhadores a realizar reuniões mensais para apresentar a evolução da receita líquida corrente, com a finalidade de estudar outros 3,11% de reajuste até o fim do ano.

 

Além disso, o governador expõe a retomada das obras de mobilidade urbana da Copa do Mundo. Segundo ele, até o final do ano, as obras que devem ser finalizadas são a duplicação da Estrada da Guarita e da Rodovia Mário Andreazza, reestruturação asfáltica das vias do entorno da Arena Pantanal, Complexos Viários do Tijucal e da FEB, Trincheiras Trabalhadores-Jurumirim e Santa Rosa, além das obras de contenção do Morro do Despraiado, duplicação da avenida Archimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho). Conta ainda com a implantação do sistema de iluminação em trechos entre Cuiabá e Várzea Grande que totalizam 16,1 quilômetros.

 

Taques conclui falando dos trâmites para a retomada das obras do antigo Programa MT Integrado, que resultou na entrega de pouco mais de 2% dos serviços prometidos. "Já assinamos 18 ordens de serviço para a ação, que agora receberá o nome de Pró-Estradas e deverá iniciar, ainda neste ano, 45 obras de melhoria da malha viária do Estado. Em até 3 anos, a maioria dos municípios de Mato Grosso deverá possuir ao menos uma interligação com outra cidade por rodovia estadual pavimentada".

 

 

Gabriele Schimanoski

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário