17/06/2011 - 08h:00 Hackers divulgam 62 mil endereços de e-mail e senhas roubados

 "E, como sempre, o LulzSec cumpre: http://t.co/yQlcu5x. Mais de 62 mil e-mails e senhas só para vocês. Divirtam-se."


Com o tuíte acima, o grupo de hackers Lulz Security lançou dezenas de milhares endereços de e-mail e senhas associadas a eles.

Pouco tempo depois, o usuário @paulcansee agradeceu ao grupo, aparentemente por ter conseguido invadir duas contas no Facebook a partir dos dados divulgados.

Eles estavam reunidos em um arquivo armazenado no site de compartilhamento Mediafire --que já o removeu. Segundo o próprio LulzSec, foram realizados 2.100 downloads em quatro minutos.

Além do Facebook, serviços populares como Gmail, Twitter, PayPal, eBay e World of Warcraft podem ter contas comprometidas pelos dados divulgados pelo LulzSec.

Um tuíte de LulzSec dá a entender que alguém pode ter aproveitado o vazamento para subir de nível no game World of Warcraft: "Há algum jogador de WOW nível 85 muito irritado cortando os seus pulsos neste momento, graças a Miracle Joe e LulzSec".

O usuário @phenomshel reclamou que seu nome de usuário e sua senha do Gmail foram vazados, o que permitiu que suas contas do Twitter, do Hotmail e do Facebook fossem invadidas.

"Consegui três e-mails com perfis ativos em sites de encontros. Troquei todas as imagens por [fotos de] pênis", tuitou @tr4nscend.

Uma imagem postada por @TGxRevival no Twitpic mostra uma conta do Facebook supostamente invadida.

O site Gizmodo colocou no ar um script para checar se seu endereço de e-mail encontra-se na base de dados disponibilizada pelo LulzSec. Ele pode ser conferido aqui

Nas últimas semanas, o grupo alegou ter realizado ataques a sites de órgãos como o FBI, a CIA e o Senado dos Estados Unidos e de empresas como Sony, Nintendo, PBS e Fox.

 

Folha de S.Paulo

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário