17/08/2011 - 08h:20 Cuiabá entra em estado de alerta por umidade relativa

Ainda não há chuvas previstas, segundo a Defesa Civil; temperatura chega perto de 40 graus

Cuiabá entrou em fase de alerta em relação à umidade relativa do ar, que, nesta terça-feira (16), atingiu 12%. O dado é da Secretaria Nacional de Defesa Civil, elaborado para a Superintendência de Defesa Civil de Mato Grosso.

Conforme os órgãos, o índice aponta para a segunda fase de preocupação. A primeira, estado de atenção, vai de 30% a 20%. A segunda fase, de alerta, vai de 20% a 12% e, a última fase, de emergência, abarca índices menores que 12%.

Na segunda-feira (15), Cuiabá chegou a registrar 11% de umidade relativa do ar. Os termômetros registraram temperatura máxima de 39 graus, em média. Porém, a sensação térmica pode ter sido ainda maior.

Para esta semana, a previsão, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é de que a temperatura permaneça, em média, com máximas de 39 graus e mínimas de até 20 graus.

O tempo será claro a parcialmente nublado, com névoa seca. O fenômeno natural é a sensação, segundo o meteorologista do Inmet, Amilton Carvalho, que deixa o ar mais poluído, o que pode ser agravado pela fumaça das queimadas. Quanto à chuvas, ainda não há previsão.

Além de Cuiabá, os índices da umidade relativa do ar também estão em estado de alerta nos municípios de Rondonópolis (12% - Região Sul), Água Boa (13% - Região Leste), Campo Verde (15% - Sul) e Guiratinga (15% - Sul).

Segundo a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), ainda que os focos de queimadas tenham diminuído em relação ao ano passado, as condições climáticas não têm favorecido, o que faz com que a sensação térmica e cuidados sejam os mesmos.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que Mato Grosso, de 1º de janeiro a 15 de agosto de 2010, teve 7.842 focos de queimadas. No mesmo período este ano foram 2.691, diferença de 65% em relação ao ano anterior.

Recomendações

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda em casos de estado de alerta em relação a umidade relativa do ar que:

• Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas;
• Evitar aglomerações em ambientes fechados;
• Usar soro fisiológico para olhos e narinas;
• Observar o nível dos reservatórios e mananciais de abastecimento;
• Observar as recomendações para os estados de atenção e alerta;
• Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas de educação física.

 

ISA SOUSA
DA REDAÇÃO

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.