17/08/2015 - Moradores de Cuiabá sofrem com falta de água e calor acima da média

17/08/2015 - Moradores de Cuiabá sofrem com falta de água e calor acima da média

Os moradores de Cuiabá estão passando por duas provações. Além do calor acima da média para essa época do ano, um terço da população está sem água.

 

Debaixo de um sol de 37°C, lá vai Edson e o filho à procura de água para a família. "Tem que vir todo dia com o carrinho aqui, eu e meu filho. 'Nós busca' pra nossa casa. É essa água que eu uso para tomar banho, pra cozinhar... É tudo",  contou Edson Ramos, motorista.

 

A falta d´água em 86 bairros atinge um terço da população de Cuiabá, por causa de uma obra para ampliar o sistema. A concessionária diz que o serviço já estava previsto desde 2012 e que a população foi avisada na semana passada. A prefeitura informou que a empresa está descumprindo o contrato com o munícipio e que pretende multar a companhia.

 

"Não podia cortar nesse tempo de seca", lamentou um morador.

 

A temperatura média na cidade tem passado dos 35°C e a umidade do ar chegou a 12% nesta semana, comparável ao clima de deserto.

Uma creche que atende 210 crianças teve de suspender as aulas por causa da falta d´água.

 

A campanha de vacinação contra a paralisia infantil em Cuiabá, que estava marcada pra começar no sábado, foi adiada. E muitos moradores estão dependendo do estoque de água que fizeram no quintal.

 

No único reservatório de água de um bairro, os moradores tiveram de comprar juntos uma mangueira enorme para esticá-la e levar água até as casas. Só assim eles conseguem abastecer as caixas d´água.

 

Carros-pipas estão sendo usados para atender aos casos mais urgentes. Mas, segundo o Procon, todos consumidores deveriam ser atendidos.

 

"A garantia mínima é que ele tenha pelo menos um fornecimento alternativo que é o caminhão-pipa", afirmou Gisela Simona, superintendente Procon/MT.

 

 

 

G1

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário