17/09/2014 - Taques promete reestruturar a Sema e melhorar a administração da pasta

Durante reunião com o Sindicato dos Madeireiros de Marcelândia no último sábado (13), o candidato ao Governo senador Pedro Taques (PDT) garantiu que vai melhorar administração e estrutura da secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema) para ajudar os setores econômicos que precisam dos serviços do órgão.

O presidente do sindicato, José Marcos Garcia Fontana, alega que a ineficiência do órgão é um dos entraves para o trabalho da categoria. E destaca que os madeireiros precisam de apoio do Governo. “A base da economia da nossa cidade ainda é a madeira. Precisamos de um governo presente, que atue junto ao setor para que possamos voltar a respirar novamente”.

Para minimizar as dificuldades do setor, Taques promete criar unidades regionais a fim de descentralizar os serviços da pasta e dar mais autonomia. O pedetista lembra que existe morosidade nos processos de análise da Sema, que chega a demorar três anos para liberar uma licença ambiental.

Também assegurou que ao elaborar seu plano de governo ouviu o setor de base florestal, que contribuiu com sugestões para melhorar a viabilidade econômica do segmento. Entre os compromissos, está a reestruturação da Sema para dar condições de trabalho, agilizar os trâmites e garantir segurança jurídica.

Já o vice Carlos Fávaro (PP) disse que o governo Taques vai trabalhar para desburocratizar a gestão, o que vai ajudar todos os setores econômicos do Estado. Fávaro, que é ex-presidente da Aprosoja, declarou que o setor produtivo tinha certo preconceito contra Taques, porém, com o trabalho realizado como senador, foi derrubado.

“Taques sempre lutou pelo o que era bom para o estado, cobrando a segurança jurídica para que os diversos setores da economia possam crescer e se desenvolver. Por isso que eu, um homem do campo, com muito orgulho, sou o candidato a vice”, conclui. (Com assessoria)

 

 

Larissa Malheiros

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário