17/09/2015 - Sindicatos de Vila Rica repudiam autoritarismo de Janovan Rios e apontam calote da Prefeitura, veja Nota

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Subsede em Vila Rica e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Vila Rica (Sispumvir) emitiram Nota nesta quarta-feira, 16, denunciando autoritarismo do presidente da Câmara Municipal de Vila Rica, vereador Janovan Rios (PROS) e afirmam que a Prefeitura de Vila Rica deu calote nos servidores públicos do município. Veja a Nota

Nota de Repúdio ao presidente da Câmara de Vila Rica

A subsede do Sintep-MT em Vila Rica, bem como, a direção do sindicato de servidores municipais – Sispumvir, manifestam à população o repúdio a atitude autoritária recebida do presidente da Câmara Municipal da cidade, Janovan Rios de Sousa. 

O sindicato aponta o desconhecimento do presidente da Câmara da função que ocupa como representante do Povo. Pois, ele desconsiderou escutar os dirigentes sindicais que o procuraram na Casa do Povo, para reivindicar direitos subtraídos pela gestão municipal.

Como um representante eleito pela população para defender os direitos do povo, o atual presidente demostrou, desrespeito e desconhecimento das atribuições do cargo para qual foi eleito. Além de não ouvir os trabalhadores, recomendou aos demais vereadores a só se reunir com o sindicato com ‘autorização’ dele.

O presidente da subsede do Sintep de Vila Rica, Daniel da Silva Santos, assim como a presidente do Sispumvir e diretora regional do Sintep-MT, Marizete Maria do Nascimento, estiveram na Casa do Povo para solicitar a intermediação dos vereadores ao calote dado pela Prefeitura no acordo firmado com os funcionários públicos do município de Vila Rica no ano de 2014. Na época, a Reforma Administrativa foi um dos pontos negociados para finalizar a greve de 73 dias, e até hoje não ocorreu.

Cuiabá, MT - 16/09/2015 18:16:11

 

 

Sintep-MT

Comentários

Data: 17/09/2015

De: Cidadão

Assunto: politica

O ano que vem ele vai esta pedindo apoio a estes mesmos profissionais.

Novo comentário