17/10/2013 - Riva destaca importância do planejamento para superar entraves logísticos

Evento reunirá em Cuiabá especialistas em pesquisa, planejamento e comércio exterior

 

A falta de planejamento é a principal causa da situação vivida hoje em Mato Grosso e no país, onde o grande potencial de produção - e os benefícios sociais decorrentes - não se realizam por causa dos gargalos da logística. A tese foi defendida pelo deputado José Riva (PSD) ao convidar os parlamentares e a sociedade em geral para o seminário "Cenários Estratégicos de Mato Grosso", que acontece na próxima segunda-feira (21) na Capital.

 

"O Brasil valoriza muito pouco o planejamento, as coisas são feitas na base do imediatismo e hoje o Estado paga um alto preço pela imprevidência dos gestores do passado que não tiveram a capacidade de pensar o Mato Grosso de hoje. Temos que fazer isso agora, estimulando o debate com a sociedade e apresentando alternativas viáveis para a reprogramação estratégica do desenvolvimento de Mato Grosso", disse Riva.

 

Entre os palestrantes convidados estão o diplomata João Carlos Parkinson de Castro, coordenador-geral de Assuntos Econômicos para a América do Sul do ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), o Conselheiro Comercial da Embaixada da China no Brasil, Wang Qingyuan e o técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), Carlos Wagner de Albuquerque Oliveira.

 

Ao justificar a realização do seminário, o deputado Riva disse que Mato Grosso não pode mais conviver com barreiras que podem ser superadas a partir de uma ampla discussão com a comunidade, onde serão apresentados todos os cenários logísticos, técnicos e comerciais, gerando diagnósticos confiáveis e ações concretas embasadas no planejamento estratégico.

 

"Estamos trazendo profissionais de alta qualidade para ajudar a repensar Mato Grosso neste debate franco envolvendo toda a sociedade organizada. Temos que melhorar a logística e superar os entraves da economia regional, para viabilizar os benefícios sociais que todos esperam", explicou o deputado.

 

Responsável pela palestra sobre os cenários logísticos na economia de Mato Grosso, o deputado Riva citou algumas iniciativas já em andamento como o projeto de sua autoria que pretende viabilizar a ligação ferroviária entre Mato Grosso e o Pará, integrando e viabilizando uma grande região produtiva a partir do Vale do Araguaia.

 

"Esta ferrovia, que em breve pode ser incluída no Plano Nacional de Viação Ferroviária, é uma alternativa concreta para viabilizar o escoamento e aumentar a competitividade da produção agrícola e mineral dos dois estados. Além disso, encurtará em 10 mil km o trajeto da safra pela via marítima, além de desafogar os portos do sul do país e evitar o entupimento das rodovias com milhares de caminhões", exemplificou.

 

O deputado ressaltou ainda que a ferrovia pode ser feita sem recursos públicos. Investidores americanos, chineses, russos, coreanos e alemães, já manifestaram interesse no projeto, além de fundos americanos que tem US$ 75 bilhões para investir em oito obras, entre elas a ferrovia MT/PA.

 

PALESTRANTES

 

Cenários do Comércio Exterior brasileiro será o tema da palestra do ministro João Carlos Parkinson de Castro, Coordenador-Geral de Assuntos Econômicos da América do Sul (CGDECAS), do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores).

 

Bacharel em Economia pela Universidade de Brasília e diplomata de carreira desde 1981, trabalhou na Delegação Permanente do Brasil em Genebra e nas Embaixadas em Moscou, Lima, Paris e Dublin, tendo participado de negociações comerciais e discussões técnicas no âmbito da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico) e do Clube de Paris. Em Brasília, chefiou a Coordenação-Geral dos Assuntos Políticos Multilaterais do Itamaraty e foi assessor do Alto Representante do Mercosul.

 

Cenários do Centro-Oeste será o tema da palestra de Carlos Wagner de Albuquerque Oliveira, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Economista, doutor em teoria econômica pela Universidade de Brasília, tem pesquisas e trabalhos relacionados a modelos de crescimento econômico e convergência de renda, modelos de equilíbrio geral computável, migração e mercado de trabalho.

 

Cenários Comerciais com a China é o assunto a ser abordado pelo ministro e Conselheiro Comercial da embaixada da China no Brasil, Wang Qingyuan. Ele já atuou na Embaixada da China em Portugual, foi diretor do Ministério de Comércio Exterior e Cooperação Econômica, Conselheiro Econômico e Comercial da Embaixada da República Popular da China em São Paulo, no México e na Argentina.

 

Na promoção do intercâmbio comercial entre os dois países, tem orientado diversas missões comerciais de estados brasileiros interessados em estreitar os laços econômicos com aquele país. Em sua palestra, o conselheiro falará sobre a economia chinesa, a demanda de commodities agrícolas e minerais pela China, o intercâmbio comercial e as novas possibilidades de investimentos no Brasil.

 

Os debates serão mediados pela jornalista e apresentadora Mônica Waldvogel. As palestras terão início às 13h30 desta segunda-feira (21) e as inscrições podem ser feitas pelo site www.cenariosmt.com.br.

 

EDUARDO RICCI-Assessoria de Gabinete

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário