17/10/2015 - Araguaia Polpa de Frutas fornecerá polpa para a merenda escolar no Norte Araguaia

17/10/2015 - Araguaia Polpa de Frutas fornecerá polpa para a merenda escolar no Norte Araguaia

A fábrica é administrada pela Associação de Educação e Assistência Social Nossa Senhora da Assunção (ANSA).

 

A Araguaia Polpa de Frutas, em São Felix do Araguaia-MT, começou no mês de agosto a entregar polpa de frutas para a merenda escolar. É a primeira vez que a fabrica abastece as escolas da região Norte Araguaia/Xingu dentro do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que determina que 30% do orçamento do programa deve ser investido na compra direta de produtos da agricultura familiar, medida que estimula o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades.

A fábrica é administrada pela Associação de Educação e Assistência Social Nossa Senhora da Assunção (ANSA). A produção iniciou no ano de 2002 para aproveitar a variedade e abundância de frutas que existem na região. Desde então, a iniciativa trouxe muitos benefícios, seja para a saúde da população local, que passou a consumir suco de polpa natural ao invés de suco de saquinho e refrigerante, bem como fomentou uma cadeia de produção que gera renda para mais de 60 assentados do P.A. Dom Pedro, localizado em São Felix do Araguaia, numa parceria com a Associação Família Casadão (AFC).

A conquista de um novo mercado é fruto de anos de trabalho. No início da década passada, a população local não tinha costume de consumir suco de polpa natural, muito menos apreciava os sabores dos sucos feitos com as frutas naturais da região. Ana Lucia Silva Souza, coordenadora do Eixo SócioAmbiental da ANSA, disse que a população local tinha o costume de comer a fruta nativa e não tomar o suco dela. “Para tomar se comprava suco em pó no mercado”, explicou. Era preciso incentivar o consumo para que a polpa natural conquistasse o paladar da população.

Diante dessa realidade foram tomadas algumas medidas. Uma delas foi a propaganda com divulgação em rádio, entrega de panfletos e a ida às escolas e eventos públicos onde o suco era preparado e entregue para que a população apreciasse. “As pessoas não gostavam porque nunca tinham experimentado”, disse Maria Aparecida Ribeiro Arruda, responsável de produção da fábrica. Aos poucos a polpa passou a ser vendida em mercados, restaurantes, pit-dogs e para a população em geral. Além de sucos, a polpa é utilizada para a produção de sorvetes, mousses e outros.

Conforme a coordenadora da ANSA, Vânia Costa Aguiar, os contratos com o PNAE vão de agosto deste ano a agosto de 2015, com previsão de entrega de 10 toneladas para escolas de São Félix do AraguaiaBom Jesus do AraguaiaLuciaraAlto Boa Vista e Santa Terezinha-MT. “Conseguimos firmar esse contratos através de articulação com os diretores das escolas estaduais e assessoria pedagógica local. Entregaremos cinco toneladas de polpa neste semestre e cinco no primeiro semestre de 2016”, falou Vânia, acrescentando que em 2016, na nova chamada pública, a ANSA vai avaliar a possibilidade e a demanda para mais escolas em mais municípios da região.

Para a coordenadora da associação, os contratos com o PNAE trazem boas oportunidades para a fábrica: “Oportunidade de vender a polpa próxima da indústria. Os contratos das escolas de São Félix do Araguaia são significativos e a entrega é na nossa casa, sem custo de frete. Por último, representa uma oportunidade impar que garantirá a continuidade do nosso trabalho, ou seja, promover a polpa de fruta da agricultura familiar”. Para se ter uma ideia da importância desse novo mercado, a fábrica pretende produzir 12 toneladas de polpa neste ano, sendo que 10 serão entregues para as escolas.

Com a garantia de mercado, garante também a produção junto aos assentados. Mas, além disso, Vânia destaca os benefícios para a saúde dos alunos: “Por ser um alimento natural de excelente qualidade, vai contribuir para o desenvolvimento da saúde física dos alunos. Vai fortalecer a imunidade e prevenir alergias. Por outro lado, algumas frutas, como o caju, promovem na ingestão alto grau de hidratação e aproveitamento das fibras desse fruto que apresenta baixa acidez”. Entre as frutas beneficiadas na fabrica estão maracujá, abacaxi, acerola, caju, cajá e murici.

A Araguaia Polpa de Frutas é a única indústria de polpa do Vale do Araguaia. A expectativa é que novos contratos sejam firmados no ano que vem, garantindo a demanda e a produção. Com isso todos ganham, desde os assentados aos alunos. Em uma região com mais de 20 municípios, centenas de escolas, vários assentamentos e abundância de frutas, o arranjo da Araguaia Polpa de Frutas é um exemplo que pode ser implantado em outras localidades. “É um arranjo produtivo que veio para ficar como parceira dos agricultores familiares para o aproveitamento dos frutos da região”, concluiu Vânia.

 

 

Rafael Govari
especial para a AXA

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário