17/11/2012 - Emocionados, irmãos se reencontram depois de 30 anos em Mato Grosso

Dois irmãos, que não se viam há 30 anos, se reencontraram quinta-feira (15) em Barra do Garças, 509 km de Cuiabá. Eles são do Ceará, mas foram criados no sertão da Bahia e depois a família formada por oito irmãos se esparramou. 

Jovino Alves Ferreira, 51 anos, reside em Barra do Garças onde tem uma chácara no assentamento Serra Verde. Pedro Alves Ferreira, 50 anos, trocou a Bahia pelo interior de Goiás em 2006. A última vez que eles se falaram foi em 1982. 

Pedro conta que se interessou em achar o irmão Jovino depois que foi morar com a irmã. Numa visita que fez a Bahia, descobriu com outros parentes que Jovino estava em Mato Grosso. A irmã marcou o encontro entre os dois irmãos para esse feriado. 

Pedro veio de ônibus que atrasou duas horas para chegar à rodoviária. Jovino chegou por volta das 4 da madrugada e demonstrava toda a sua ansiedade para rever o irmão. Em conversa com o Olhar Direto, Jovino explica que sempre teve vontade de rever os irmãos, porém as condições financeiras do passado não permitiam. 

Quando o ônibus chegou na rodoviária, a emoção era intensa de Jovino que procurava entre os passageiros o irmão Pedro. Quando ele viu o irmão descendo ônibus não teve dúvida. “Aquele é o meu irmão”, destacou. Um abraço forte e apertada marcou um reencontro que esperou 30 anos para acontecer. 

Os cabelos brancos que os dois carregam hoje confirmam que o tempo passou para ambos, agora mais experientes e certamente com muita história para contar um para outro. Jovino esclarece que sempre teve vontade de ir atrás dos demais irmãos, porém as condições financeiras não permitiam e como o tempo passou ele perdeu o contato.

A história de Pedro e Jovino é mais uma entre tantas outras que acontecem pelo Brasil afora de reencontros de parentes ou amigos desaparecidos que conseguem ser localizados com ajuda da imprensa ou de pesquisa na internet. 


Reencontros 

Recentemente a moradora de Barra do Garças, Aniely, conseguiu reencontrar o irmão, Daniel, depois de 14 anos, graças ao programa da Eliana do SBT. Aniely foi adotada quando criança e o irmão foi levado para um orfanato e depois perdera o contato. 

Os dois irmãos se reencontram em São Paulo e já fizeram planos de morar juntos em Barra do Garças. A equipe do Olhar Direto acompanhou também reencontro de três filhos que acharam a mãe através da internet, depois de 20 anos, em Barra do Garças. 

Os filhos descobriram que ela havia votado em Barra do Garças, nessa última eleição, e pediram ajuda da polícia para localiza-la. Eles contam que foram levados ainda pequenos pelo pai para o estado de Minas Gerais e não tiveram mais contato com ela. 

A mãe emocionada explicou que o esposo era agressivo e levou as crianças, mas ela nunca perdeu a esperança de revê-los um dia. 

Hoje existe a necessidade do Brasil criar um programa de procura de pessoas desaparecidas.

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário