17/11/2014 - Drogados, bandidos fazem arrastão em coletivo e brincando de atirar atingem passageira

Tumulto, pânico e terror dentro de um coletivo durante um assalto. Armados, dois bandidos roubaram o dinheiro do motorista, e como era pouco resolveram fazer um “arrastão” dentro do ônibus com mais de 20 passageiros. Logo um dos ladrões começou a atirar e por muito pouco não acontece mais uma grande tragédia. Uma jovem acabou baleada, mas por muita sorte foi atingida apenas num dos braços, sem gravidade.

 

O assalto em forma de “arrastão aconteceu por volta das 20 horas desta sexta-feira, 14, quando um ônibus que faz a linha Porto-1º de Março trafegava pela Avenida Dante de Oliveira (antiga Avenida dos Trabalhadores), na altura do bairro Carumbé, quase na entrada do bairro Planalto, a poucos metros da Central d e Flagrantes do Cisc-Norte. “Os bandidos pareciam estar com o capeta no corpo”, desabafou uma passageira.


Ainda apavorada, mas a jovem Jaqueline Correa, de 24 anos, foi baleada no braço 
Ferida, a passageira foi levada para o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (PSC) em uma viatura do Samu. Foi de perigo, a jovem foi medicada e ficou em observação médica, antes de ser liberada.


Segundo informações do motorista à Polícia – o nome dele não foi revelado por motivo de segurança -, dois rapazes embarcaram – então passageiros comuns -, em direção ao Terminal da Morada da Seera ( CPA III), mas logo em seguida anunciram o assalto, deixando todos em pânico devido a exibição das armas.


Quando tudo parecia já está sob controle, pois o bandido que estava na parte da frente do coletivo j[á havia “limpado” as gavetas, o que passou a roleta causou ainda mais pânico ao começar a atirar sem mais nem menos. O bandido que atirou, segundo alguns passageiros, parecia estar drogado e começou a brincar de atirar com o revolver.


Quando o ônibus parou e os bandidos fugiram correndo, a Polícia Miloitar foi acionada. Fez buscas pela região, mas não conseguiram identificar e prender a dupla de bandidos. O caso será investigador por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Até o momento ninguém foi preso.

 

 

 

José Ribamar Trindade

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário