17/12/2014 - Sete pessoas morrem afogadas após caminhonete cair em lago

Um veículo Pajero caiu em um Lago, próximo à comunidade do Limão, na BR-070, em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá), e sete pessoas morreram, sendo três adultos, três adolescentes e uma criança. 

O acidente aconteceu na madrugada de segunda-feira (15). 

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo caiu com as rodas para cima e todos os ocupantes do Mitsubishi, com placas de Goiás, morreram afogados. 

Como o carro estava submerso, os policiais não viram que havia mortos dentro e começaram a retirar a Pajero com o uso de um guincho. Foi quando perceberam a tragédia.

Segundo a PRF, por volta das 8 horas de ontem, os agentes receberam um telefonema informando sobre o acidente. 

O telefonema partiu de um passageiro de ônibus, que afirmou ter visto um veículo caído, com as rodas para cima, dentro de uma lagoa perto na estrada que liga San Mathias, na Bolívia, a Cáceres.

Conforme a assessoria de comunicação da PRF, as vítimas adultas do acidente foram identificadas como José Odilar Pereira da Costa, de 59 anos, e José Pereira dos Santos, 40, ambos brasileiros. Os menores são todos bolivianos.

Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), em Cáceres. 

A perícia apontou que as vítimas morreram por afogamento. Todos os corpos estavam com cinto de segurança afivelados. 

“A porta deve ter travado e, como era madrugada, alguns deviam estar dormindo, por isso dificultou a saída dos ocupantes. O motorista deve ter tentado sair, mas, com o cinto afivelado, a situação se agravou e o carro virou. Infelizmente, aconteceu uma tragédia”, comentou um policial rodoviário federal.

Bolívia e Cáceres

Os corpos de cinco das sete vítimas serão levados para a Bolívia nesta terça-feira.

Em entrevista ao site G1MT, o cônsul da Bolívia em Mato Grosso, Emílio Tamayo, disse que a família pretendia passar as festas de final de ano com os familiares de José Pereira dos Santos, que moram em Cáceres. 

Rosilene e José viviam em San Matías com os filhos. "Eles saíram de San Matías às 4h da manhã [de segunda-feira] e aconteceu o acidente antes deles chegarem a Cáceres", afirmou.

 

 

Max Aguiar 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário