17/12/2015 - Canarana deflagra guerra contra dengue, chikungunya e zika

17/12/2015 - Canarana deflagra guerra contra dengue, chikungunya e zika

Mais um município se une ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor do Zika Vírus. Em Canarana, a administração municipal assumiu o compromisso de realizar mutirões para coleta de lixo nos bairros e promover o recolhimento de pneus nas borracharias. O Poder Executivo também fará o lançamento de campanha institucional para sensibilização da população sobre as consequências das doenças causadas pelo mosquito.

Segundo o promotor de Justiça Marcelo Domingos Mansour, também ficou acertado que o município fará a limpeza de lotes baldios, com posterior lançamento da despesa aos respectivos proprietários, caso autorizado pelo Código de Postura Municipal. “É necessário alerta máxima em relação ao Zika Virus, devido ao grande número de casos de microcefalia diagnosticado no país, bem como no Estado de Mato Grosso”, destacou.

Em Canarana, conforme o promotor de Justiça, existe uma quantidade significativa de carcaças de veículos expostas a céu aberto nos lotes e calçadas. O número de terrenos baldios sem qualquer cuidado também é preocupante. “O município recebeu de maneira amistosa e afirmou a intenção de mobilizar suas unidades administrativas para adoção de medidas capazes de reduzir o avanço de dengue, da chikungunya e do Zika Vírus”, observou.

Em 2014, foram notificados 375 casos de dengue em Canarana, cerca de 500% a mais do que no ano anterior. Até 08 de dezembro deste ano, o município já havia confirmado 209 casos de Dengue. No mesmo período, não houve registros de casos de microcefalia.

A reunião promovida pelo Ministério Público para discutir a problemática com a administração municipal foi uma das providências adotadas pela Promotoria de Justiça no inquérito civil que tem como objetivo acompanhar as medidas adotadas pelo Poder Público no combate ao mosquito da dengue.

 

 

 

Assessoria

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário