18/03/2014 - Acusado de matar juíza será transferido hoje para Alto Taquari

O enfermeiro Evanderly de Oliveira Lima, réu confesso do homicídio duplamente qualificado  contra a ex-mulher, a magistrada Glauciane Chaves de Melo, 42, deve ser transferido da Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para o município de Alto Taquari na próxima terça-feira (18).

O homicida deve ser conduzido pelos agentes da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) até Alto Taquari, onde será julgado pelo assassinato que ocorreu dentro do Fórum da Comarca de Alto Taquari no dia 7 de junho de 2013.Na ocasião, o enfermeiro invadiu a sala de audiência e desferiu três disparos contra a magistrada. Inclusive, o revólver calibre 38 usado para matar a magistrada foi encontrado no gramado da comarca no mesmo dia do crime.Poucos sabiam, mas Evanderly estava preso em Cuiabá desde quando foi capturado em uma mata fechada e teve a prisão decretada pelo juiz Pedro Davi Benetti que, após a tragédia, responde pela comarca. O julgamento do enfermeiro acontece no dia 20 às 8h no Plenário da Câmara Municipal da comarca.

O CRIME

A juíza Glauciane foi atingida com três tiros na cabeça após não querer o relacionamento que mantinha com o enfermeiro. Após o crime, o governo do Estado determinou ação do Bope de Cuiabá para prender o suspeito que foi rapidamente localizado.

 

Max Aguiar 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário