18/04/2011 - 09h:55 Joaninha prepara novidade para o Red Bull X Fighters do Brasil

Brasileiro pretende colocar o backflip superman seat grab na volta que já tem outras 10 variações de backflip O pentacampeão da Copa Brasil de Freestyle Motocross, Gilmar “Joaninha” Flores, treina em Sinop para a disputa da etapa brasileira do Red Bull X Fighters, que será realizado em Brasília (DF) entre os dias 27 e 29 de maio. Joaninha aproveita a folga na agenda de shows e os momentos de sol em Mato Grosso para aperfeiçoar variações do backflip e promete novidade para a competição internacional. “Tenho essa semana e a próxima livre para treinar. Quero aperfeiçoar os flips com Shao Lin e Cordova, que não estão saindo bem, e treinar mais o backflip superman seat grab, que, espero, seja a novidade na minha volta”, explicou. No backflip superman seat grab, Joaninha solta os pés da moto, estica o corpo sobre o banco, fica com uma mão no guidão e outra no banco. “É uma variação do flip superman que parece simples, mas é bem complicado se movimentar em cima da moto, ainda mais quando se está de cabeça para baixo, mas a manobra está saindo e espero ter condições de fazê-la em Brasília”, destacou. Joaninha explicou que os treinos extras devem ajudá-lo a melhorar o desempenho na competição. “Por mais que eu salte nos shows, não posso considerar como treino. No treino eu faço experiência e, de certa forma controlada, posso errar. No show não”, frisou. Um desafio na competição, que Joaninha não vai conseguir treinar, é o formato da pista do Red Bull X Fighters, que tradicionalmente é construída para exigir o máximo dos pilotos. “Vamos sentir a pista na hora. Acredito que, se for muito grande, deve ter saltos de terra para terra, o que não é muito comum no Brasil, mas recentemente tivemos uma pista assim no Jump Festival e deu uma melhorada. Agora, se for uma pista menor, as rampas de lançamento devem ser de metal, o que é mais comum para a gente do Brasil, pois é assim que treinamos”, explicou. Joaninha está classificado para o RBXF ao lado dos brasileiros Marcelo Simões, Fred Kyrillos e Jeff Campacci, que também garantiram vaga no Jump Festival. Os brasileiros disputam uma eliminatória e o melhor classificado vai representar o país na competição principal que é transmitida ao vivo para vários países. É a terceira vez que Joaninha disputa a prova. Começou em 2007 no México e no ano seguinte andou no Rio de Janeiro, quando passou de fase batendo o francês Brice Izzo no primeiro duelo. Joaninha é patrocinado pela Pro Tork, Unimed Norte do Mato Grosso, Yamaha, Remi Máquinas Industriais, Ipiranga e Faça Web Sites. Tem apoio do Posto Trevão, Studio 1, Academia Phisical Center, Madeireira Madezan e Prefeitura de Sinop.(CrossBrasil)

 

Postada por Ida Aguiar

Publicado por carlos/KDU-MT