18/04/2013 - 'Satanás' é executado com tiro na cabeça e mais dois são mortos em tarde violenta

Três pessoas foram assassinadas na tarde de quarta-feira (18), em Primavera do Leste (240 km de Cuiabá), os crimes ocorreram na avenida Belo Horizonte e Florianópolis.

A primeira vitima foi Welington dos Santos, conhecido popularmente como “Satanás”. A vitima estava em um salão de cabeleireiro, próximo ao Ginásio Municipal Pianão. Segundo informações da Polícia Militar, o assassino chegou em uma moto, sacou uma arma e atirou seis vezes e um dos disparos atingiu a cabeça de Satanás. 

Os outros dois homicídios aconteceram no mesmo local, na avenida Florianópolis. Claudinei Padilha e Anderson Adriano da Silva foram mortos com uma pistola calibre 9 milímetros, o mesmo calibre do primeiro crime. O atirador atingiu primeiro Claudinei, e a outra vitima tentou fugir, mas foi morto alguns metros depois. Anderson era usuário de drogas e comprava entorpecentes no local. 

Welington estava envolvido em sequestro ocorrido no ano passado. Claudinei já foi preso por tráfico de drogas. 
As investigações estão sendo conduzidas pelo delegado regional Percival de Paula. E segundo ele, o autor já foi identificado e também os motivos dos crimes. “É questão de tempo até chegarmos ao autor”, afirmou o delegado.

Claudinei morreu no lugar e Anderson, usuário de entorpecente, tentou correr mas não conseguiu escapar. No final da noite, a Polícia Civil informou que a motivação do crime pode ter sido rixa e já tem um suspeito de cometer os crimes. 

Satanás é o mais conhecido do meio policial, com passagens por Barra do Garças e Primavera do Leste, onde se envolveu num sequestro no ano passado. Já Claudinei foi preso no início da semana após a PM encontrar drogas e dinheiro em sua 
casa. A Polícia desconfia que Anderson tenha sido morto porque estava no local e teria identificado os suspeitos.

O delegado regional Percival Eleutério de Paula disse que a polícia está perto de desvendar o autor destes crimes. “Havia uma briga interna entre eles, e um acabou comprando a briga do outro, mas já sabemos a motivação e o autor dos disparos, agora vamos dar prosseguimento as investigações”, explicou.

 

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto / De Rondonópolis - Cairo Lustoza

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário