18/07/2013 - JUSTIÇA PROÍBE VEREADOR REALIZAR CIRURGIA ELEITOREIRA

O médico e vereador por Barra do Garças, Paulo Raye (PTB) , está proibido de realizar procedimentos de cirúrgicos como cesarianas e laqueaduras no Hospital Municipal.

A decisão é do juiz da Terceira Vara Cível, Júlio César Molina Monteiro, ao acolher liminar em Ação Civil Pública de autoria do promotor Marcos Brant Gambier Costa, da Primeira Promotoria de Justiça Civil. O descumprimento da decisão acarretará multa de R$ 10 mil/dia

De acordo com o Ministério Público, Raye realizava os procedimentos médicos e cirúrgicos sem autorização prévia da diretoria do hospital, violando as regras do SUS e o Código de Ética.

A promotoria ainda considerou o ato como prática política eleitoreira e assistencialismo pelo fato do vereadores integrar o quadro de médicos plantonistas.

Se a moda pegar em Nova Xavantina, vai ter cirurgia de graça para toda a população, pois tem um pré-candidato que é médico...

 

Escrito por Janio Gomes com RDNews 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário