18/08/2015 - Janaina denuncia 'manobra' na Assembleia para economizar

A deputada estadual Janaina Riva (PSD) voltou a denunciar a falta de materiais de consumo e a dificuldade que os servidores da Assembleia Legislativa vêm enfrentando ao passo que o presidente da Casa, Guilherme Maluf (PSDB), fica anunciando devolução de milhões de reais ao governo do Estado sob argumento de que sobram recursos e o Legislativo não precisa de toda verba do duodécimo. Ela afirmou ter sido procurada por servidores preocupados porque as impressoras estariam sendo recolhidas e o uso limitado a apenas um equipamento para uma sala inteira.

“Essa história de sobrar dinheiro não existe. Recebi ligações de servidores da Assembleia me dizendo que estão recolhendo as impressoras. Vou confirmar isso no Colégio de Líderes. Se tiverem fazendo isso, é um absurdo. A meu ver, estão fazendo isso pra dizer que não usavam o número de impressoras da época que o Riva estava lá, não usava o número de cartuchos, e funcionário desesperado porque agora vai ter limite pra usar e uma única impressora dentro de uma sala inteira”.

Ela teceu críticas à gestão do tucano e disse afirmou que é inaceitável ficar devolvendo recursos enquanto a Casa fica racionando e faltando até água mineral e cafezinho. “É um absurdo, uma hipocrisia. Isso ai é pra fazer politicagem em cima da gestão passada da Assembleia. Eu não consigo achar copo de água na Assembleia pra por dentro do meu frigobar. E não é só isso. Cortaram a alimentação dos servidores que ficam na sessão legislativa noturna”, denunciou.

A parlamentar destacou que órgãos como Ministério Público e Tribunal de Justiça fornecem vale alimentação aos servidores e valorizam os funcionários ao passo que Assembleia está fazendo o oposto. “Poxa gente, se está sobrando dinheiro por que não podemos dar o lanche daqueles que trabalham para o funcionamento da Assembleia. É um absurdo. É assim que quer fazer economia? Vamos fazer economia diferente então, vamos enxugar ainda mais a máquina, diminuir o número de servidores”. Segundo ela, Guilherme Maluf quer fazer economia prejudicando o andamento do Legislativo.

Janaina explicou que visitou os municípios de Juína, estive em Juara, Novo Horizonte, Porto dos Gaúchos e constatou que os moradores do interior já perceberam a mudança. “Me desculpe o presidente da Assembleia. A população de Mato Grosso já notou que Assembleia não é mais a mesma e já não tem mais a força de antigamente. Hoje se você chegar lá e pedir um café, corre o risco de sair de lá sem tomar café. Então, que demagogia é essa? Vamos ficar devolvendo dinheiro do governo do Estado e faltando as coisas dentro da nossa própria casa? Não pode existir uma coisa dessa”, ponderou.

Outro lado

Em nota, a Mesa Diretora negou a pratica de qualquer “manobra” com objetivo de prejudicar qualquer deputado da atual ou de outras legislaturas. “Não existe em prática, conforme descrito pela deputada, nenhuma ação para recolher impressoras para diminuir o número delas no parlamento. Existe, sim, um trabalho que vem sendo realizado pela Secretaria de Administração e Patrimônio, de substituição de equipamentos velhos por equipamentos novos”, diz o comunicado.

Sobre a denúncia de que falta de materiais de expediente, a Mesa Diretora reconhece “que foi um problema no início da atual legislatura, em função da necessidade de romper contratos que existiam irregularidades como falta de certidões, entre outros. Porém, os problemas foram sanados e hoje não estão mais em falta”.

 

Welington Sabino, repórter do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário