19/09/2015 - PATRULHAS RODOVIÁRIAS: Período das chuvas começa preocupar no Araguaia

19/09/2015 - PATRULHAS RODOVIÁRIAS: Período das chuvas começa preocupar no Araguaia

Preocupado com a proximidade do período das chuvas e a retirada da produção do Norte Araguaia, o deputado Estadual Baiano Filho (PMDB) se reuniu nesta semana com o secretário-adjunto de Engenharia da SINFRA Rogério Arias para discutir a mobilização das patrulhas rodoviárias na região. A partir deste ano, a administração das patrulhas será por meio de parcerias entre o Governo e as Associações Sem Fins Lucrativos. O Governo irá ceder os maquinários do Estado para as associações que auxiliarão o Estado na manutenção e na conservação das estradas sem asfalto. 

No Araguaia, especificamente na região do Xingu, o Estado já se prepara para conveniar com a Associação dos Fazendeiros do Xingu (ASFAX) o repasse de duas patrulhas que atenderão as principais rotas de escoamento e trafego. Nesta área, serão priorizadas obras de manutenção e conservação na MT-322/BR-080 que interliga o Norte ao Araguaia, e que tem no trecho de 80 km dentro do Parque do Xingu seu ponto mais critico; a conservação da MT-109 “Estrada do Guardanapo” ligando Espigão do Leste ao grande eixo da BR-158; a MT-437 no trecho de 40 km ligando São José do Xingu a Natanael, entre outros pontos.

Baiano também cobrou a reforma da ponte sobre o rio Fontoura na MT-431 ligando Santa Cruz do Xingu a Vila Rica. Segundo Rogério, a ponte que possui 230m está orçada em R$ 735 mil e não possui financeiro para execução. Baiano alertou para que o Estado comunique a região sobre a incapacidade de reforma da ponte, orientando para o desvio da produção por Natanael, uma volta de 90 km. O deputado ainda enfatizou que os produtores se reunirão para executar a reforma das pontes sobre os rios São Marcos e Belo Horizonte, a fim de amenizar os transtornos com o início das chuvas.

PATRULHAS - A partir deste ano, a administração das patrulhas será por meio de parcerias entre o Governo do Estado e as Associações. A estimativa é que sejam economizados mais de R$ 30 milhões por ano com mão de obra em relação ao modelo existente de patrulhas. O Estado irá ceder os maquinários do Estado para as associações, que executarão a manutenção e conservação das rodovias sem pavimentação. A SINFRA disponibilizará o maquinário da patrulha, óleo diesel e recursos financeiros.

As patrulhas rodoviárias são compostas por cinco caminhões basculantes, duas motoniveladoras, uma escavadeira, um caminhão meloso (comboio) e um de apoio. As patrulhas serão monitoradas por GPS para garantir cumprimento das metas de cada convênio. A associação se responsabilizará pela remuneração da mão de obra, recursos para manutenção rotineira das máquinas e o projeto de implantação. 

 

 

Naiara Martins da Assessoria

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário