18/10/2016 - PT vive tensão com expectativa da prisão do ex-presidente Lula

18/10/2016 - PT vive tensão com expectativa da prisão do ex-presidente Lula

O boato sobre a possível prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira (17) agitou o noticiário e as redes sociais desde o último domingo. Ao mesmo tempo, após perder prefeituras importantes nas Eleições 2016, o PT tenta se reformular, mas encontra fortes conflitos internos das correntes majoritárias do partido. Tudo isso provoca um clima especial de tensão.

Para protestar contra mais uma etapa da Operação Lava Jato nesta manhã, o que não se concretizou, um blogueiro convocou uma vigília para a frente da casa de Lula em São Bernardo do Campo. Tudo começou depois que um áudio falso, atribuído primeiro ao presidente do PT, Rui Falcão, e depois ao ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP), se espalhou pelo WhatsApp.

Em seguida, um evento chamado “Ato Vigília – Lula” foi criado no Facebook pelo jornalista Aparecido Araújo Lima. Aproximadamente mil pessoas confirmaram presença, mas cerca de cem foram para a frente da casa do ex-presidente.

O próprio blogueiro que chamou a turma para o protesto se atrasou e só chegou depois que a manifestação terminou, de acordo com o Twitter do BuzzFeedNewsBR. No fim das contas, não houve nenhuma etapa da Lava Jato e Lula não foi preso. Lula já é réu em três processos da Justiça Federal.

Ao mesmo tempo, o PT sofre com conflitos internos. Não existe acordo sobre a forma de escolha da nova direção e, principalmente, sobre o rumo que o PT deve seguir para tentar uma reformulação. Por isso, dirigentes da esquerda petista já admitem um racha no partido.

A crise na legenda ficou exposta na sexta-feira (14), quando o Muda PT, grupo que reúne as cinco maiores correntes de esquerda do partido, divulgou um documento no qual anuncia a realização de uma série de plenárias em algumas das principais cidades do País.

O objetivo dos encontros é mobilizar militantes descontentes com o rumo do partido para pressionar a corrente majoritária, CNB (Construindo um Novo Brasil), a não adiar para 2017 a renovação da direção petista.

O que pesa contra Lula

Em julho, um juiz da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília (DF) entendeu que o ex-presidente tentou atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato ao tentar comprar o silêncio do ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Neste processo, Lula é acusado de tentativa de obstrução da Justiça.

Depois, no final de setembro, o juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR), tornou Lula réu por supostamente ter praticado crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no esquema de cartel e propinas na Petrobras.

Lula teria recebido, segundo o MPF (Ministério Público Federal), R$ 3,7 milhões em benefício próprio — de um valor de R$ 87 milhões de corrupção — da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012.

Os valores incluem a reforma de um tríplex no Guarujá e o pagamento de contêineres para o armazenamento de objetos. Foi a segunda vez que o ex-presidente se tornou réu na Justiça Federal.

Na última sexta-feira (14), o ex-presidente se tornou réu na Justiça Federal pela terceira vez — desta vez por causa de suposta corrupção envolvendo a empreiteira Odebrecht e os negócios da empreiteira, com dinheiro do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), em Angola.

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, aceitou a acusação pelos crimes de organização criminosa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

Com isso, ao lado do empresário Taiguara Rodrigues dos Santos, “sobrinho” do ex-presidente, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e mais oito pessoas, Lula passou a responder a mais uma ação penal.

Nota de esclarecimento

O PT divulgou uma nota de esclarecimento sobre o áudio falso atribuído a Rui Falcão. De acordo com o texto, o "áudio que circula desde domingo (16) nas redes sociais foi erroneamente atribuído ao presidente nacional do Partido dos Trabalhadores".

O partido disse que "o áudio não é dele [Rui Falcão]. Não se trata da voz do presidente do PT, como é fácil comprovar".

— Como é de conhecimento geral, quando quer se comunicar com a militância do PT, Rui Falcão faz gravações em vídeos ou escreve textos e os publica sempre primeiro no portal do Partido dos Trabalhadores. 

 

 

R7 Noticias

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário