18/11/2015 - Estudante de direito é suspeita de participar da morte de sargento da PM

18/11/2015 - Estudante de direito é suspeita de participar da morte de sargento da PM

A estudante de direito Eni Marines Rosa de Barros, 21 anos, é suspeita de participar da morte do sargento da Polícia Militar, Joilson Antônio Martins, em outubro deste ano, no município de Diamantino (209 km de Cuiabá). De acordo com as informações dos investigadores da Polícia Civil, a jovem trabalhava na loja de eletrodomésticos onde aconteceu o roubo, que culminou no homicídio do policial.

De acordo com as investigações, a jovem que está cursando o oitavo semestre de Direito, trabalhava na loja que foi assaltada e tinha um relacionamento com um dos assaltantes que está foragido. Esta informação teria sido confirmada por um dos membros da quadrilha, identificado como Isaias Fernando Silva, preso em flagrante no dia do latrocínio.
 
Por conta disto, a jovem foi presa na última semana. O mandado de prisão temporária foi cumprido pela delegada Vanessa Aguiar, responsável pelo caso. Ainda não há informações a respeito do depoimento da garota e o caso é tratado com total sigilo pelos policiais, para que nada interfira nas investigações.
 
O caso
 
O sargento da Polícia Militar, Joilson Martins, foi atingido na cabeça após tentar evitar um assalto a loja Eletromóveis Martinello localizada no Centro de Diamantino (188 km de Cuiabá). Os dois homens armados renderam os funcionários do local e atiraram depois da vítima tentar evitar o roubo. Os criminosos conseguiram fugir do local usando uma motocicleta. Joílson foi transferido para Cuiabá, em um helicóptero da Secretaria de Segurança Pública, e encaminhado a unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

 

 

 

Da Redação - Wesley Santiago

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário