19/01/2011 14h22 MEC diz que 1,2 milhão de estudantes já se inscreveram no SiSU

Letice Uchoa disse que entrou na página de outro
estudante no site do SiSU (Foto: Arquivo pessoal)

 

Prazo para inscrição termina às 23h59 de quinta-feira (20).
Estudantes reclamam de dificuldades para acessar o sistema.

O Ministério da Educação divulgou que mais de 1,2 milhão de estudantes já se inscreveram no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) até o meio-dia desta quarta-feira (19). O MEC afirma que o processo de inscrição está normalizado e  diz que até as 23h59 desta quinta-feira (20), quando termina o prazo, todos os estudantes terão conseguido se increver no programa que seleciona para mais de 83.125 vagas em em instituições públicas de educação superior.

Mais de 3,3 milhões de estudantes fizeram o Enem 2010, cujas notas são usadas pelo SiSU. O prazo original das inscrições terminaria na terça-feira (18), mas por causa das dificuldades de acesso e dos problemas com o site o MEC adiou o prazo para quinta-feira.

Enquanto isso, o Ministério Público Federal em Pernambuco  e no Ceará apresentaram ação civil pública na Justiça Federal solicitando que as inscrições para o SiSU sejam interrompidas até que o MEC permita aos candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) possam ver as provas e, eventualmente, apresentar recursos.

Problemas no site
O Ministério da Educação divulgou nota nesta terça-feira (18) reconhecendo que após a manutenção do site do sistema, na noite de segunda-feira (17), estudantes conseguiram ter acesso a páginas e dados de outros candidatos. O MEC assegura, no entanto, que não era possível navegar na página e alterar os dados cadastrais de terceiros.

A estudante Letice Uchoa, de 18 anos, de São Paulo (SP), disse que tentava se cadastrar no site do SiSU desde domingo e só conseguiu na manhã desta terça-feira. No entanto, ao digitar sua senha, caiu na página de outra pessoa. “Ao colocar minha senha caí na página de um Alexandro. Cliquei no link alterar dados e, embora não tenha feito nenhuma mudança, poderia ter modificado as opções”, afirmou a estudante, que se inscreveu em um curso da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Paula Isabel Trigo Mancilla, de 20 anos, de Americana (SP), disse que viu uma página com o nome dela, mas com outro curso e nota. Ela quer medicina veterinária. Depois, atualizou a página e apareceu que não estava inscrita.

Maiara Pilar Palmeira disse que se inscreveu no SiSU na segunda-feira por volta das 9h para o curso de licenciatura plena em ciências da Unifesp, campus Diadema. “Nesta terça-feira, por volta das 8h da manhã, entrei no sistema SiSU e minha inscrição estava para Universidade Federal Fluminense para o curso de bacharelado em direito em Volta Redonda (RJ). Não sei agora como fica o resultado já que está uma confusão, e troca de inscrição”, comentou.

Paulo Monteiro de Oliveira, de 19 anos, do Rio, ainda não conseguiu se inscrever. Ao colocar a senha no site do SiSU, ele disse ter caído na página de uma estudante chamada Natália. "Não consegui acesso à minha página, mas tive acesso a telefones e e-mails da pessoa", comentou o estudante, que procura vaga em engenharia elétrica.

MEC diz que não é possível alterar dados
O Ministério da Educação divulgou nota nesta terça-feira (18) reconhecendo que após a
manutenção do site do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), na noite de segunda-feira (17), estudantes conseguiram ter acesso a páginas e dados de outros candidatos. O MEC assegura, no entanto, que não era possível navegar na página e alterar os dados cadastrais de terceiros.

Leia a íntegra da nota:

"O Ministério da Educação esclarece que após a manutenção extraordinária dos equipamentos da página de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), realizada entre as 19h30 e as 20h de segunda-feira, 17, alguns estudantes foram redirecionados, por poucos minutos, para páginas e dados aleatórios. Sem, no entanto, possibilidade de navegação.

O problema voltou a ocorrer na abertura do sistema, na manhã desta terça-feira 18, por quatro minutos, as 6h, em função da troca de outro equipamento da rede destinado a melhorar a capacidade do sistema.

O MEC assegura que em nenhum momento foi possível a troca de inscrição ou a manipulação dos dados dos estudantes."

Convocação
De acordo com o MEC, o resultado da primeira chamada estará disponível para consulta dos candidatos no dia 24 de janeiro e os estudantes selecionados poderão efetuar a matrícula na instituição de ensino entre os dias 27 e 31 de janeiro, sempre nos dias úteis. Outras duas chamadas serão realizadas nos dias 4 e 13 de fevereiro.

O início das inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que dá bolsa de estudos em universidades privadas, está marcado para sexta-feira (21).

Do G1, em São Paulo