19/01/2011, Artista de MT é homenageado em prêmio nacional

O professor Abel Santos, de Cuiabá, foi um dos 130 artistas homenageados e indicados nas 23 categorias de uma premiação nacional envolvendo os maiores expoentes de todos os tempos, o Prêmio Rozini de Excelência da Viola Caipira. A cerimônia ocorreu nesta terça-feira (18) no Centro de Convenções Minascentro em Minas Gerais. “Para mim é uma alegria representar o Estado. Há 22 anos fazemos um trabalho de pesquisa sobre a viola de cocho junto a Universidade Federal de Mato Grosso e a viola ter ganhado esse destaque para mim é uma honra”, disse o pesquisador.

Ainda de acordo com o pesquisador, outra alegria foi ter o nome de Bruna Viola, de Cuiabá, também representando Mato Grosso na categoria de jovens violeiros. “Foi muito bom vê-la representando nosso Estado”, afirmou. Durante o evento houve apresentações dos violeiros anfitriões como Chico Lobo e Pereira da Viola.

O prêmio é uma realização do Instituto Brasileiro da Viola Caipira (IBVC), entidade sem fins lucrativos com sede na capital mineira e conta com o apoio do Sesc/BH, Prominas, Belotur, Associação Nacional dos Violeiros do Brasil (ANVB), Secretaria de Cultura do Estado de Minas Gerais, Viola Brasil Produções, Rozini Instrumentos, Egesa, D’sign Comunicação, Cachaças do Brasil, Viola Urbana Produções e Revista Viola Caipira.

A curadoria dessa edição do prêmio ficou por conta do presidente do IBVC e diretor/editor da Revista Viola Caipira, Pedro Lemos F. M. Barbosa; diretora de Comunicação do IBVC e diretora comercial da Revista Viola Caipira, Margaret A. Lemos, e o músico, produtor, cronista, consultor e criador do trabalho de preservação músico-cultural "Viola Urbana", João Araújo.

A primeira edição do prêmio aconteceu em 2005, quando era chamado “Prêmio Nacional de Excelência da Viola Caipira”. Atualmente, devido à parceria com a empresa paulista Rozini Instrumentos, o prêmio passou a se chamar “Prêmio Rozini de Excelência da Viola Caipira”.

 

Redação 24 Horas News