19/01/2016 - Novo comandante da PM de MT assumiu cargo nesta segunda-feira

19/01/2016 - Novo comandante da PM de MT assumiu cargo nesta segunda-feira

O novo comandante da Polícia Militar de Mato Grosso tomou posse nesta segunda-feira (18), às 18h, no Comando Geral da PM. O coronel PM Gley Alves entrou no lugar do coronel PM Zaqueu Barbosa, que ficou menos de um ano no cargo.

 

Gley Alves assumiu o comando da PM com pelo menos duas missões. A primeira é controlar a violência em Mato Grosso, a segunda é manter um relacionamento estreito e harmonioso com a Secretaria de Segurança Pública.

 

A meta, de acordo com o secretário Fábio Galindo, é dar continuidade às operações integradas, com foco no combate a homicídios, roubos e tráfico, que resultaram na redução dos índices de criminalidade, aumento de apreensões de entorpecentes e fortalecimento do trabalho de integração e humanização da polícia, por meio dos projetos sociais.

 

“A Segurança Pública apresentou resultados positivos no ano de 2015 e o coronel Zaqueu teve papel fundamental nesse processo. O coronel Alves foi convidado para o comando em razão de sua história construída fortemente no aspecto operacional, comandando regiões do interior e, atualmente, na capital, o que lhe trouxe naturalmente o respeito da tropa. Estou convicto de que teremos uma Polícia Militar com grandes avanços em 2016, na linha do trabalho que foi desenvolvido com competência em 2015”, frisou o secretário Fábio Galindo.

 

O governador Pedro Taques também agradeceu o empenho do comandante da PM ao longo de 2015 e neste início de 2016 e reforçou o compromisso de continuar trabalhando para dar as condições necessárias para que os profissionais da segurança exerçam suas funções na proteção do cidadão.

 

“Agradeço ao coronel Zaqueu não apenas pelo comando à frente da valorosa Polícia Militar, mas por anos em que ele vem exercendo a nobre missão de levar segurança e tranquilidade à sociedade. O coronel foi o esteio de toda a tropa no trabalho de realizar o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, por meio de ações planejadas e coordenadas, que resultaram em mais segurança e menos violência em Mato Grosso”, concluiu Pedro Taques.

 

 

 

 

 

Da Redação

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário