19/02/2016 - Blairo Maggi confirma recuo de filiação ao PMDB, mas ainda não decidiu se fica no PR ou sem partido

19/02/2016 - Blairo Maggi confirma recuo de filiação ao PMDB, mas ainda não decidiu se fica no PR ou sem partido

Conhecido por seu estilo conciliador e de pouco confronto, o ex-governador e senador Blairo Maggi (PR) confirmou seu recuo de filiação no PMDB. “É uma decisão que tomei de conversar com os que me acompanham. Não vou me filiar neste ano”, assegurou Maggi, por telefone, para a reportagem do Olhar Direto, na tarde desta quinta-feira (18), em seu gabinete, no Senado, em Brasília.


“Desejo estar no palanque do maior número possível de prefeitos. Eu não sou contra ninguém e não tenho veto a ninguém”, explicou ele, sem especificar diretamente se era uma resposta ao veto do PSDB e seus aliados, por incentivo do governador José Pedro Taques, à coligação com PMDB e PT, nas eleições municipais deste ano.
 
Blairo Maggi anunciou que continuará ouvindo os companheiros, antes de se definir pela permanência no PR ou mesmo se desfiliar e ficar um tempo sem partido. “Decido isso nos próximos dias ou meses. posso ficar no PR, sim, ou então posso até ficar sem partido”, justificou ele.


Reação da base


Dos cinco deputados estaduais eleitos pelo PR, em 2014, apenas Sebastião Resende não quis se manifestar. Os outros quatro foram favoráveis à permanência de Maggi no PR: Emanuel Pinheiro, Nininho Ondanir Bortolini, Mauro Savi e Wagner Ramos.
 
Apenas Nininho Bortolini entende que, no futuro, talvez seja melhor Blairo ficar sem partido. “Assim, ele poderia subir no palanque que bem entendesse,s em depender de vetos ou de alianças municipais”, avaliou Nininho, aliado de primeira hora do senador republicano.
 
“Que ninguém duvide da inteligência e do poder de articulação do senador Blairo Maggi, porque ele é altamente gabaritado. Mas prefiro decida por continuar conosco no PR”, citou o secretário geral da Executiva Regional, Emanuel Pinheiro.
 
Quase sempre sucinto, Wagner Ramos foi direto e objetivo. “É bom continuar aqui [no PR]. Mas eu sigo o líder. Se ficar [no PR], eu fico. Se sair, saio junto”, resumiu Wanger.
 
Administrador da maior cidade em mãos de republicanos em Mato Grosso, o prefeito Dilceu Rossato (PR), de Sorriso, disse que ficou contente com a permanência de Maggi. “Eu vim para o PR porque Blario me convidou. Então, é evidente que fico feliz em poder continuar contando com ele, em meu palanque”, explicou Rossato, que ainda não definiu se disputa ou não a reeleição para a Prefeitura de Sorriso.  

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário