19/04/2014 - "Estou em uma batalha com poderosos que querem me calar" diz Sheherazade; assista ao vídeo

Em discurso transmitido pela TVC, a jornalista Rachel Sheherazade afirmou que está travando uma "batalha diária" com poderosos que a querem calada.

Segundo Sheherazade, a ameaça de perda de verbas publicitárias governamentais milionárias , bem como de perda da concessão pública, constitui uma chantagem à emissora em que trabalha, o SBT, com o intuito de prejudicar o seu trabalho.

No ensejo, elogiou a coragem de Sílvio Santos por lhe dar plena liberdade. Ademais, a comunicadora criticou opiniões de jornalistas que, segundo ela, estariam apoiando a censura em pleno Estado Democrático de Direito, além de criticá-la tão-somente pelo livre exercício de opinião.

Rachel reclamou, ainda, da omissão da classe jornalística e outras entidades no que toca a ameaças contra a sua pessoa, inclusive de estupro: "Nunca nenhuma entidade ligada aos direitos das mulheres veio me defender, veio defender a minha honra como mulher, como ser humano que sou".

 

  

Comentários

Data: 20/04/2014

De: Luis G. O. Domingues

Assunto: Jornalosta Raquel do SBT

Ela como maioria dos jornalistas brasileiros são analfabetos políticos e fincionais. Deveriam ler e aprender a realizar pesquisa cientifica para aprenderem não falar sem contextualizar e sem ter como provar o que falam. Falam mal de pessoas e segmentos soiciais sem ter como provar. Se fosse nos países ricos esses indivíduos pagariam muito caro pelas besteiras que falam. Veja o caso do rapaz que foi morto pela população em uma cidade de São Paulo, sendo que está provado que o mesmo não cometeu nenhum crime. A justiça é que deve julgar aqueles que cometem atos ilicitos e não pessoas que não representam o poder judiciário brasieliro. Temos vários casos no mundo de pessoas que não cometeram crimes e moreram devido a falta de conhecimento e ignorância de determinadas pessoas como essa jornalista. Olha, o caso o Perna

Data: 20/04/2014

De: claudia

Assunto: Parabéns

É isso ai, Rachel. Esperamos que continue falando o que sente a maioria dos brasileiros. Continue firme e forte, te apoiamos

Novo comentário