19/05/2011 - 09h:30 MIRASSOL D’OESTE Polícia Civil prende dois atravessadores de carros para a Bolívia

Dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de veículos foram presos em Mirassol D’Oeste (300 km a Oeste), pela Polícia Civil, na quarta-feira (18.05). Os carros depois de roubados eram levados para a Bolívia e drogas por drogas.
 
Os presos Leandro Adriano da Silva, 24, e Joel Soares de Oliveira, 34 anos, conhecido por “Neguinho”, foram abordados pelos investigadores nas proximidades da cidade de Lambari D’ Oeste, conduzindo um veículo Fiat Strada Adventure, com placa de Várzea Grande-MT.
 
No momento em que a barreira policial foi avistada, os presos não obedecendo à ordem de parada fugiram do local. De imediato houve perseguição policial e o motorista do veículo acabou perdendo o controle e colidindo com uma árvore.
 
Leandro que estava no banco do passageiro teve ferimentos leves. O condutor do veículo, Joel, mesmo ferido conseguiu correr para dentro da mata fechada, mas a equipe de policiais civis conseguiu localizar e prende-lo. Ele confirmou que sabia que os veículos eram roubado/furtado, mas que função era apenas transportá-lo. Ele negou ser autor dos roubos.
 
Em checagem, os policiais confirmaram que o Fiat Strada tem registro de de roubo em Várzea Grande. Em sua carroceria estava uma motocicleta Honda CB 300R, também produto de roubo. No interior do veículo foi apreendido um revolver calibre 38, com cinco munições intactas.
 
De acordo com o chefe de operações Valmir Castrillon, os presos são especialistas no crime. “Mas hoje tiveram suas ações frustradas, graças ao excelente trabalho realizado pelos investigadores do núcleo de inteligência da unidade policial local”, ressalta.
 
O delegado titular da Delegacia Municipal de Mirassol D’Oeste, Mário Demerval Aravechia, disse que as investigações continuam para chegar à identidade dos demais integrantes da quadrilha.
 
Os dois são moradores da cidade de Várzea Grande. Eles foram autuados em flagrante e ficarão presos à disposição da Justiça.
 
Assessoria/PJC-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário