19/05/2015 - Governo amplia diálogo com prefeitos e projeta obras, mas sem “promessas de vulto” em regiões produtoras

Exercitando uma de suas principais características, que é o contato pessoal, o  governador Pedro Taques (PDT) esteve em Tangará da Serra e Sorriso, duas das maiores regiões produtoras de Mato Grosso, para conversar e levar investimentos. Todavia, ele tomou o cuidado de não fazer promessas de vulto, como hospitais, ferrovias ou duplicação de rodovias.


A reportagem do Olhar Direto interpretou que, estrategicamente, Taques optou por ações menores, mas que impactam de imediato na vida das pessoas.
  
O governador anunciou a construção de um grande centro de eventos  em Tangará da Serra, durante audiência pública, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra, com a participação de aproximadamente 200 pessoas. Já em Sorriso, se comprometeu com a conclusão e funcionamento do Aeroporto Municipal, em obras há mais de 10 anos.
 
O empreendimento de Tangará faz parte do eixo de infraestrutura urbana de apoio ao turismo já que a região possui um grande potencial turístico com capacidade de alavancar a geração de renda e oportunidades de emprego na região do sudoeste mato-grossense, na qual Tangará é cidade pólo.
 
Tangará da Serra é uma cidade em acelerado processo de desenvolvimento social e econômico, fatores que levam a um aumento do grau de profissionalização da população e também a uma diversidade na economia, com a instalação de novas indústrias, aumento do fluxo comercial e prestação de serviços. Esses fatores levam a uma demanda por eventos especializados como feiras, congressos, simpósios, conferências e cursos e da necessidade de um lugar especifico para abrigá-los.
 
O local escolhido é na rodovia MT-358 ao lado do Parque de Exposições em área pertencente à prefeitura. A obra de 3.727,56m² está orçada em R$ 6.758.329,57 milhões e terá a opção de ser usada em vários formatos com capacidade de até 1330 pessoas no formato arena com palco. O estacionamento terá espaço para 440 veículos.
 
Pedro Taques destaca que o recurso para a construção será oriundo do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodtur), do Ministério do Turismo, e que a obra já está licitada. A gestão ficará a cargo da prefeitura e a ordem de serviço deverá ser dada até o fim de julho. “Ainda no mês de junho o recurso deverá ser liberado pelo BNDES para que possamos dar inicio a essa importante obra para Tangará da Serra”, pontuou ele.



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pedro Taques assinou o protocolo de intenções para a finalização das obras do Aeroporto Regional de Sorriso, no valor de R$ 10 milhões. A obra é a principal demanda da cidade e o anúncio foi feito na semana do aniversário de Sorriso.  Taques ressaltou que Sorriso contribui muito para a economia de Mato Grosso. “Sei da importância deste município para o nosso Estado. Este aeroporto é importante e o governo vai sim ajudar na sua construção”, observou ele.
 
O governador afirmou que o Estado vive um novo momento e que a população merece obra pública com qualidade e é isso que espera deste novo empreendimento. “Agora já será possível fazer a licitação dessa obra que é um sonho dos moradores de Sorriso e região para que ela seja entregue o mais rápido possível”, destacou Taques.
 
O prefeito Dilceu Rossato, de Sorriso, agradeceu o empenho e determinação do chefe do Poder Executivo, em realizar a obra. “Eu tenho que parabenizar o governador Pedro Taques porque trabalha visando o desenvolvimento de Mato Grosso. Esse aeroporto para nós é fundamental para trazer grandes investidores. Nossa economia cresce num ritmo acelerado e quase iguala a Várzea Grande que tem o dobro de população”, completou Rossato.
 
Nesse contexto, o vice-prefeito Ederson Xuxu Dal Molin (PDT) enalteceu o anúncio do governador sobre a dada a ordem de serviço para a retomada das obras da MT-242, que faz parte do MT Integrado. Além disso, Xuxu apontou que Taques anunciou que o governo do Estado liberou R$ 1 milhão para as obras do anel viário de Sorriso.
 
 “Estamos trabalhando muito para que Mato Grosso, em pouco tempo, possa dar um salto na qualidade e na organização dos serviços públicos”, ponderou Pedro Taques, ao deixar Sorriso.

 

 

 

Da Redação - Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário