19/05/2015 - Minha Casa Minha Vida: Construção de 950 casas em Barra para por falta de repasses da União

Dois conjuntos habitacionais com 950 casas do Programa Minha Casa Minha Vida, em Barra do Garças, estão com as obras paralisadas por falta de repasse de recursos do governo federal. As unidades fazem parte do pacote de 1.436 residências dos conjuntos habitacionais Carvalho I, Carvalho II e Carvalho III, totalizando um investimento de R$ 81,8 milhões. Deste total, apenas 486 ainda continuam em andamento.

Financiados com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, Caixa Econômica Federal e Ministério das Cidades, os três conjuntos já deveriam ter sido entregues pelo Governo, contudo, o cronograma está atrasado devido à crise financeira do país. A expectativa é de retomada das obras paralisadas, no entanto, ainda não há data prevista.

Localizados na região oeste de Barra do Garças, os residenciais estão com parte das obras em fase de acabamento, mas ainda restam unidades que precisam ser levantadas. No Carvalho I, estão sendo investidos R$ 25,6 milhões, cujo prazo de conclusão seria em 28 de abril de 2014, no entanto, os serviços estão paralisados. No Carvalho II, são R$ 28,5 milhões aplicados e a situação é a mesma.

O único dos três conjuntos em andamento é o Residencial Carvalho III. A empresa Larc Engenharia e Arquitetura deveria ter concluído as obras em 4 de fevereiro deste ano, mas o cronograma está atrasado. No local são erguidas 486 casas, com R$ 27,7 milhões investidos. A previsão de entrega é para dezembro deste ano. “Estamos trabalhando normalmente. Várias unidades estão na fase do acabamento, outras em construção e esperamos entregar as chaves para a Caixa dentro do prazo previsto”, disse um funcionário da empresa, que preferiu não ser identificado. Na área, caminhões carregados de materiais, maquinário e homens reforçam a execução das obras.

Ações

Na secretaria municipal de Ação Social, responsável pelo acompanhamento das obras, existe a preocupação com a paralisação e, principalmente, com o atraso na liberação de recursos. A secretária Mara Kisner informa que a prefeitura acompanha diariamente o andamento dos conjuntos, porque são várias famílias que aguardam, ansiosamente, pela conclusão.

Segundo ela, apesar da crise enfrentada pelo país, era garantia do governo federal de que o Programa Minha Casa Minha Vida não seria afetado. Além disso, diz que existem outros projetos já protocolados pelo prefeito Roberto Farias (PSD) para a construção de mais duas mil casas em Barra. “O interesse é nosso e estamos lutando para que estas famílias não sejam prejudicadas e realizem o sonho da casa própria”, conclui.

 

Conjuntos habitacionais Carvalho I, Carvalho II e Carvalho III, totalizam R$ 81,8 milhões investidos

 

Escrito por Francis Amorim De Barra do Garças / RDnews

Fotos: Francis Amorim/Rdnews

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário