19/06/2014 - Ação rápida da policia militar prende ladrão que estava agindo em Querência

Na manhã de hoje 18/06 a Policia Militar de Querência efetuou a prisão de D.S de 23 anos, pelo crime de furto. A primeira denúncia por volta das 09h00 da manhã de que havia um homem dentro de uma residência e que a vitima estava tentando impedir que ele saísse, num ato involuntário  fechou a porta, o suspeito com uso da força física conseguiu estourar a fechadura e evadiu-se  do local, antes mesmo da chegada da polícia com uma sacola de cor  amarela na mão.

A Polícia Militar numa resposta rápida chegou até o local, depararam com a vítima nervosa que relatou os fatos, segundo ela saiu de casa cedo, quando retornou deparou com esse “homem dormindo” dentro do comércio desativado e alugado por ela, momento que gritou para sua vizinha chamar a policia, a vitima passou as características físicas e vestes que o suspeito estava, em diligencias pela cidade, receberam uma ligação anônima que um homem estava furtando a residência de uma professora, e que ela estava trabalhando naquele momento.

Imediatamente a Guarnição de Serviço deslocou até o referido local e lá localizou o suspeito saindo da residência com uma sacola na mão, que ao avistar a viatura tentou retornar e dispersar o objeto, numa ação enérgica obteve êxito na abordagem e revista pessoal, a guarnição encontrou na sacola de cor amarela alguns objetos, papeis e um facão. Foi dada voz de prisão ao suspeito, que devido estar nervoso foi preciso o uso da algema (conforme a súmula vinculante 11), próximo a residência tinha uma bicicleta de cor branca com detalhes em azul, segundo a testemunha o suspeito chegou nela. A vitima  estava trabalhando, recebeu a noticia do fato, e compareceu na central de atendimento, reconhecendo alguns objetos como pen drives, lanterna e roupas.

As duas vítimas falaram com nossa equipe da Rádio Alternativa/Tv Querência, a senhora Madalena nos disse...“foi um susto muito grande pra mim chegar em casa e se deparar com um homem  que eu  não conheço dormindo dentro,  eu sei que não posso reagir numa situação dessa, fiquei  muito nervosa com essa situação, me deu vontade de ir para cima, eu sentir falta de uma quantia em dinheiro, mais ainda não sei falar  o valor”.

A senhora Erica disse ainda “... eu estou  desacreditada na justiça do nosso país, sabe lá se ele vai ficar preso, eu estava trabalhando e fui surpreendida com uma noticia dessa, eu não contabilizei o prejuízo, agradeço o trabalho da Policia Militar e de meus vizinhos que ligaram para policia”.

 

Escrito por Vânia Santiago

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário