19/06/2016 - MAIS UM - MPF investiga gastos de R$ 4 bilhões em apenas 2 dias na gestão de Silval

19/06/2016 - MAIS UM - MPF investiga gastos de R$ 4 bilhões em apenas 2 dias na gestão de Silval

O Ministério Público Federal instaurou um inquérito civil para apurar uma movimentação vultuosa de recursos financeiros na reta final da gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB). 

Segundo a portaria assinada pela procuradora Ludmila Bortoleto Monteiro, nos dias 3 e 4 de dezembro de 2014, último mês da gestão peemedebista, o Governo do Estado movimentou cerca de R$ 4 bilhões. Os dados constam no sistema Fiplan.

A procuradora destacou que o inquérito visa apurar eventual ato de improbidade administrativa. Ela afirma que a suspeita ocorre diante do elevado valor movimentado num prazo de apenas dois dias.

Ela também citou que o caso ocorreu no “apagar das luzes” da gestão.

Preso desde setembro de 2015, Silval Barbosa é acusado de comandar uma organização criminosa que desviou milhões de reais dos cofres públicos. Ele já teve três mandados de prisão expedidos. 

Atualmente, está em vigor o mandado expedido na terceira fase da “Operação Sodoma”, que apura cobrança de propina de empresários que firmavam contrato com o poder público. Somente a empresa Consignum pagava cerca de R$ 500 mil por mês ao chefe do executivo.

 

 

 

Redação Folha Max

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário